Mulher é presa acusada de matar inquilino a tiros em Connecticut

Segundo a polícia, briga começou por causa de um aquecedor no imóvel; a vítima também estaria devendo o aluguel

0
2889
Ellen Wink é acusada de matar inquilino em CT

Uma mulher de 61 anos foi presa acusada de matar a tiros seu inquilino esta semana em Norwalk, Connecticut.

Ellen Wink teria se irritado depois que Kurt Lametta, de 54 anos, que alugava uma casa de propriedade de Wink, reclamou do funcionamento de um aquecedor no imóvel. Testemunhas disseram que o homem estava com aluguel atrasado.

A polícia foi chamada ao local por vizinhos que ouviram a discussão o barulho dos tiros. Ao chegar ao local, a vítima já estava morta. Wink foi presa na casa onde o crime aconteceu.

Segundo as autoridades, a vítima registrou uma ocorrência em setembro do ano passado, alegando que a proprietária do imóvel o trancou do lado de fora da casa e teria jogado seus pertences fora.

A acusada está presa e a fiança foi fixada em $1 milhão. Uma nova audiência sobre o caso está marcada para o dia 1 de fevereiro.