Mulher é presa acusada de vender comprovantes falsos de vacina pelo Instagram

‘AntiVaxMomma’ cobrava $200 por cartão falso de vacinação contra a covid; falsificação e uso de cartões fake são considerados crimes federais

0
1131
Cartões falsos apreendidos por agentes federais recentemente (Foto CBP))

Autoridades de New Jersey prenderam uma mulher que vendia comprovantes falsos de vacina contra a covid-19. Sob o perfil ‘AntiVaxMomma’, ela comercializava pelo Instagram cada cartão falso por $200. Entre os compradores, estavam funcionários de hospitais e de asilos.

Jamine Clifford, de NJ, teria vendido mais de 250 cartões falsos nas últimas semanas. Para conseguir os cartões, ela tinha uma comparsa que trabalhava em um hospital de NY e tinha acesso à data base da cidade.

Treze pessoas que compraram os cartões falsos também foram detidas.

As autoridades alertam que a proliferação de cartões falsos está sendo observada em todos os EUA devido à exigência para a entrada em muitos lugares. A falsificação e o uso desses cartões fake são crimes federais.

Este mês, depois que dois turistas foram presos por usarem cartões falsos para viajar para o Havaí, o senador Chuck Schumer, do partido Democrata, pediu para que o FBI intensifique as investigações para prender essas quadrilhas e as pessoas que compram esses cartões.