Mulher que teve casa invadida por engano por policiais e foi algemada seminua vai receber $2.9 milhões em indenização

Autoridades admitiram que entraram na residência de Anjanette Young com base em informações erradas

0
3552
Mulher falou várias vezes que os policiais estavam errados, mas eles não ouviram

Anjanette Young estava tranquila em sua casa, se preparando para dormir em 2019, quando teve a casa abruptamente invadida por policiais. Sem entender nada, ela foi algemada seminua e não teve os apelos de que era inocente ouvidos.

Dois anos depois, a Cidade de Chicago aprovou um acordo para indenizar Anjanette em $2,9 milhões. As autoridades posteriormente admitiram que a ação foi feita com um mandado de prisão preventiva baseado em informações erradas.

A invasão foi registrada por câmeras presas aos corpos dos policiais. Nua e algemada, ela disse repetidamente aos homens que eles estão na casa errada enquanto revistam sua residência.

Na segunda-feira, o comitê de finanças do conselho da cidade recomendou por unanimidade um acordo de indenização e o valor foi aprovado pelos vereadores.

A prefeita Lori Lightfoot pediu desculpas pessoalmente após o incidente. Também houve mudanças na política de como a polícia conduz as batidas em Chicago.