Local

Funcionários do aeroporto de Tampa detectam jiboia em bagagem de mão

Passageira e dona do réptil alegou que a cobra, de nome de nome Bartholomew, presta suporte emocional; ela foi multada e impedida de voar

Cobra foi detectada pelo Raio-X (imagem: TSA)
Cobra foi detectada pelo Raio-X (imagem: TSA)

Funcionários do Tampa International Airport, em Tampa, na Flórida, detectaram uma jiboia adulto dentro de uma mala que passou pela esteira de bagagens de mão.  O TSA (Transportation Security Administration) divulgou imagens de raio-X da cobra enrolada ao lado de itens comuns na sexta-feira (6). A passageira e dona do réptil foi chamada, e alegou que o animal, de nome de nome Bartholomew, presta suporte emocional.

Pelas redes sociais, o TSA explicou que é possível transportar uma cobra em um avião, mas isso requer procedimento diferenciado. “Não é permitido levar animais em malas de mão”, postou a empresa.

Esta não é a primeira vez que uma cobra tenta ‘pegar carona’ em um voo que decola da Flórida. Há apenas alguns meses, um indivíduo conseguiu passar desapercebido pelos agentes do TSA e garantir lugar no voo para seu pet rastejante. O United Airlines 2038  havia acabado de chegar em Newark após uma viagem de duas horas, que também saiu de Tampa, quando a cobra foi vista pelos passageiros que se preparavam para desembarcar.

Bartholomew e sua dona não tiveram a mesma sorte e ambas foram impedias de voar. A mulher foi multada e a cobra levada sob custódia do Fish and Wildlife Conservation Comission.