New York tem menor taxa de hospitalização desde o início da pandemia

Governador Andrew Cuomo celebra marco, relembra esforço da população e afirma: “temos o vírus sob controle e não queremos ver os números subirem novamente”

0
950
Governador Andrew Cuomo celebra marco, relembra esforço da população e afirma: “temos o vírus sob controle e não queremos ver os números subirem novamente” (Foto: Wikimedia)
Governador Andrew Cuomo celebra marco, relembra esforço da população e afirma: “temos o vírus sob controle e não queremos ver os números subirem novamente” (Foto: Wikimedia)

O governador de New York, Andrew Cuomo, disse que o estado alcançou a menor taxa de hospitalização desde o início da pandemia do novo coronavírus.

À CNN, Cuomo disse que na última quarta-feira, houve 966 hospitalizações e 17 mortes pela doença. 

O governador também disse que os viajantes serão multados se violarem o aviso de viagem emitido por seu estado que exige que pessoas que chegam de estados com altas taxas de coronavírus fiquem em quarentena por 14 dias.

“Trabalhamos muito e o povo de New York se sacrificou nos últimos três meses. Eles fecharam, usaram máscaras, se distanciaram socialmente. Temos o vírus sob controle e não queremos vê-lo subir novamente. É simples assim, e as pessoas entendem isso”, disse ele.

As novas infecções por coronavírus nos Estados Unidos atingiram uma taxa diária recorde ontem, com mais de 35.900 infecções registradas em 24 horas, segundo uma contagem da Universidade Johns Hopkins.

Os Estados Unidos são o País mais afetado pela Covid-19, com mais de 120 mil mortos, sendo 756 falecimentos nas últimas 24 horas, e mais de 2,38 milhões de casos, segundo a instituição, sediada em Baltimore.

A tendência ascendente nos contágios diários vem ocorrendo há vários dias. Quase metade dos 50 estados do país registrou um aumento no número de casos nas últimas duas semanas, e alguns deles, como Texas e Flórida, registraram um número diário recorde de infecções. (Com informações da AFP)