Nobel da economia vai para estudos de combate à pobreza no mundo

As descobertas da pesquisa melhoraram drasticamente a capacidade de combater a pobreza na prática

0
901
Esther Duflo é a segunda mulher a ganhar um Nobel de Economia (Foto: Kris Krüg/Flickr)
Esther Duflo é a segunda mulher a ganhar um Nobel de Economia (Foto: Kris Krüg/Flickr)

O indiano Abhijit Banerjee, a francesa Ester Duflo e o americano Michael Kremer ganharam o prêmio Nobel de Economia por seu trabalho de combate à pobreza global. Com a premiação, Duflo é a segunda mulher na história a conquistar um Nobel nessa categoria.

De acordo com o júri, os pesquisadores utilizaram uma nova abordagem para obter respostas sobre as melhores maneiras de combater a pobreza, isto é, o estudo foi dividido em perguntas menores e mais fáceis de serem respondidas, como, por exemplo, intervenções eficientes para melhorar índices de educação e saúde infantil. Assim, provaram que perguntas menores e precisas são mais bem respondidas pelas pessoas mais afetadas.

Segundo nota da academia do Nobel, as descobertas da pesquisa melhoraram drasticamente a capacidade de combater a pobreza na prática. Um dos estudos provou que mais de cinco milhões de crianças indianas se beneficiaram de programas de reforço escolar.