O clássico da atualidade

0
229
Danilo completou 100 jogos com a camisa do Palmeiras e foi elogiado por João Gomes. Ele retribuiu a gentileza enaltecendo o bom futebol do volante flamenguista (Foto: Cesar Greco)
Danilo completou 100 jogos com a camisa do Palmeiras e foi elogiado por João Gomes. Ele retribuiu a gentileza enaltecendo o bom futebol do volante flamenguista (Foto: Cesar Greco)

Nos últimos tempos, dois times vêm dando as cartas no futebol brasileiro e conquistando títulos importantes: Flamengo e Palmeiras. Recentemente o Atlético-MG se juntou a eles para formar a trinca dos mais respeitados e valorizados elencos do futebol brasileiro e sul-americano, ao qual também podemos acrescentar o River Plate da Argentina.

Na Copa Libertadores da América, os dois contendores somaram 6 pontos em dois jogos, demonstrando, mais uma vez, que são sérios candidatos ao título do mais cobiçado torneio da América do Sul.

Já no Brasileirão, o Verdão até o momento tem cumprido uma campanha discreta. Foi derrotado em casa pelo Ceará pelo placar de 3 a 2, não passou de um empate com o Goiás (1 a 2) em Goiânia e, na quarta-feira (20), protagonizou o duelo dos bichos-papões do futebol nacional. 

O Flamengo, por sua vez, estreou com um empate de 1 a 1 em Goiânia contra o Atlético-GO e ganhou bem do São Paulo por 3 a 1 no Maracanã. 

O encontro das duas equipes treinadas por técnicos portugueses – Abel Ferreira do Palmeiras e Paulo Souza do Flamengo – proporcionou um ótimo jogo de futebol, sobretudo no primeiro tempo, com os adversários criando chances de gols, não convertidos pelas boas atuações dos goleiros, pela boa partida dos defensores e pela falta de pontaria dos atacantes.

Pelo prisma de resultado, o Verdão conseguiu um ponto valioso, pois empatar no Maracanã diante de 70 mil espectadores flamenguistas (o jogo foi disputado com torcida única) não é uma tarefa fácil. Porém, pelo ponto de vista do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras somou apenas 2 pontos em 9 possíveis. Isto faz com que o Alviverde paulista reaja rapidamente.

Com o empate no Maracanã, o Flamengo soma cinco pontos em três jogos e ocupa a terceira colocação do Campeonato Brasileiro. O Palmeiras, com dois pontos, é o 15º colocado na tabela da competição. Vale lembrar que ambos têm um jogo a mais do que os demais, pois esta partida foi antecipada da quarta rodada. 

O próximo desafio do Flamengo será no sábado (23), fora de casa. O time de Paulo Sousa vai até a Arena da Baixada, em Curitiba, para enfrentar o Athletico-PR. Já o Palmeiras terá pela frente o clássico contra o Corinthians, em casa, também no sábado. O jogo está marcado para a Arena Barueri, porque o Allianz Parque terá o show sertanejo Amigos no mesmo horário.

Copa do Brasil – 3ª Fase

Quatorze jogos abriram a 3ª fase da Copa do Brasil neste meio de semana. A rodada começou na terça-feira (19) com a participação de dois clubes mineiros, América-MG e Cruzeiro, do Fluminense e do Bahia

Coelho sai na frente

O América-MG abriu enorme vantagem no mata-mata contra o CSA, pela terceira fase da Copa do Brasil. O clube de Belo Horizonte visitou o Estádio Rei Pelé, em Maceió, e venceu por 3 a 0. Os gols da partida foram marcados na etapa final, por Eder, Matheusinho e Pedrinho. No segundo jogo, em Minas, o Coelho pode até perder por dois gols de diferença para garantir a classificação às oitavas de final.

Cruzeiro toma virada

Remo e Cruzeiro se enfrentaram no Estádio Baenão, em Belém. Em uma partida bastante equilibrada, os gols saíram todos no segundo tempo. A Raposa abriu o placar com Rodolfo, mas o Leão chegou ao empate com gol contra de Willian Oliveira. A vitória azulina veio em uma cabeçada de Daniel Felipe. O Remo agora tem a vantagem do empate no jogo de volta para chegar às oitavas de final do torneio nacional.

Bahia decepcionou

Apesar de contar com o que tinha de melhor, o Bahia não conseguiu entrar na defesa do Azuriz, time paranaense que está na Série D, e empatou por 0 a 0. O jogo na Arena Fonte Nova era válido pela terceira fase da Copa do Brasil.

Com o empate, quem vencer no jogo de volta fica com a vaga nas oitavas de final. A CBF divulgou a data da partida: dia 10 de maio – o local ainda não foi definido. Em caso de nova igualdade, a decisão será nos pênaltis.

Flu passsa susto, mas vence

O Fluminense demorou a despertar, mas entrou no jogo e conseguiu vencer o Vila Nova por 3 a 2, no Maracanã, no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Com uma atuação muito ruim no primeiro tempo, o Flu foi dominado e chegou a ficar dois gols atrás no placar. Mas, principalmente depois das entradas de Caio Paulista e Ganso, conquistou a vitória com gols de Ganso (de pênalti), Cano e Fred. O jogo de volta acontece no mês que vem. 

Fred entrou no segundo tempo no lugar de Willian Bigode, teve participação pequena no segundo gol (ele passa pela bola na primeira trave) e decretou a virada do Fluminense. Com o gol marcado quase nos acréscimos, ele chegou a 37 gols marcados na Copa do Brasil, ultrapassou Romário e se tornou o maior artilheiro da história da competição.

Na quarta-feira (20), outros nove jogos movimentaram a Copa do Brasil, com destaque para as vitórias dos times cearenses.

Rei de Goiânia

O Bragantino aprontou para cima do Goiás e venceu por 2 a 1 no estádio da Serrinha, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Com gol de Apodi, o Esmeraldino saiu na frente, mas o Massa Bruta virou com Ytalo, de pênalti, e Luan Cândido, de cabeça. A equipe paulista abre vantagem mesmo jogando fora de casa e confirma a boa fase; no domingo, já havia goleado outro goiano, o Atlético-GO, por 4 a 0, no Campeonato Brasileiro.

Ceará brilha em Minas Gerais

O Ceará deu um passo importante rumo à classificação na terceira fase da Copa do Brasil. Com grande atuação de Vina, o time venceu o Tombense por 2 a 0, no Estádio Soares de Azevedo, em Muriaé. Com um gol em cada tempo (o primeiro, um golaço de falta), o camisa 29 resolveu pelo Vozão, em uma partida equilibrada e bem disputada. O time mineiro foi bem coletivamente, mas a qualidade do Alvinegro, que ficou com um jogador a menos no início do segundo tempo, falou mais alto.

O Alvinegro de Fortaleza pode até perder por um gol de diferença no jogo de volta que passará às oitavas de final da Copa do Brasil. O Tombense precisa de vitória por três gols de vantagem para passar direto em Fortaleza. Vitória alvirrubra por dois gols de margem leva a definição da vaga para os pênaltis. As equipes fazem o duelo de volta no Castelão, no dia 11 de maio.

Recuperação do Tricolor do Peci

Com ótima atuação frente a um adversário frágil, o Fortaleza superou o Vitória por 3 a 0 na Arena Castelão, no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Os gols do Fortaleza foram marcados por Silvio Romero, duas vezes, e Moisés. Agora, o Vitória, para avançar, precisa vencer por quatro gols de diferença. Se vencer por 3 a 0, leva aos pênaltis

O Fortaleza vinha de quatro derrotas seguidas (duas pela Série A e duas pela Libertadores). Precisava de uma vitória e conseguiu diante do frágil adversário. A meta agora é manter a boa atuação nas finais do Cearense, na sexta-feira e no domingo, quando enfrenta o time do Caucaia.

Alvinegro carioca faz três!

Que estreia do Botafogo na Copa do Brasil! Entrando direto na terceira fase do torneio, por ter sido campeão da Série B no ano passado, o Alvinegro passou fácil pelo Ceilândia no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Com dois gols de Kanu e um de Lucas Piazon, o time carioca venceu por 3 a 0 em um placar que saiu até barato para os donos da casa, que viram a bola acertar três vezes a sua trave. A goleada pode não ter vindo, mas o time de Luís Castro colocou um pé e meio nas oitavas de final.

O Botafogo abriu boa vantagem e poderá até perder por dois gols de diferença no jogo da volta, marcado para o dia 12 de maio, no Estádio Nilton Santos. Já o Ceilândia depende de um milagre: terá que ganhar por quatro gols de diferença para se classificar, ou por três para levar a disputa para os pênaltis.

Alvinegro mineiro faz três!

Mesmo jogando com o time mesclado, o Atlético-MG não tomou conhecimento do Brasiliense, no Mineirão, e venceu por 3 a 0 no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Destaque para Eduardo Sasha, que substituiu Hulk e foi o autor de todos os tentos alvinegros. Com o resultado, o Galo coloca mais do que um pé nas oitavas de final da competição. Para avançar, o Jacaré precisa vencer por quatro gols de diferença, em casa, no dia 22 de maio. Triunfo por três gols levará a decisão da vaga para os pênaltis.

Furacão arrasador

Vantagem para volta! O Athlético venceu o Tocantinópolis por 5 a 2 no estádio Ribeirão. Vitória que deixou o Furacão perto das oitavas de final. Com o placar construído, o time rubro-negro pode perder por até dois gols de diferença que avança. Os gols do Athletico foram marcados por Marlos (2 vezes) Vitor Bueno (2 vezes) e Pablo. Alan Maia e Raí diminuíram para o Tocantinópolis.

Com o placar construído na ida, o Athletico pode perder por até dois gols de diferença que avança. Derrota por três gols leva a decisão para os pênaltis. O Tocantinópolis precisa de quatro gols de diferença para avançar direto. A partida de volta está marcada para o dia 10 na Arena da Baixada, em Curitiba.

Coxa também vence

O Coritiba dominou o Santos, colecionou chances, especialmente no primeiro tempo, e venceu por 1 a 0 no Couto Pereira, no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Alef Manga, ainda na etapa inicial, fez o único gol da partida. O goleiro João Paulo, com atuação impressionante, impediu que o placar fosse maior para o Coxa. O Santos, porém, saiu de campo na bronca: houve um pênalti em Madson ignorado pela arbitragem.

Com o resultado, o Coritiba joga pelo empate na partida da volta (dia 12 de maio, na Vila Belmiro) para avançar às oitavas de final da Copa do Brasil. O Santos precisa vencer por dois gols de diferença. Se o Peixe conseguir uma vitória simples, a vaga será decidida nos pênaltis. Não há saldo qualificado.

Frustração e alívio

O Santos não foi o único clube paulista a decepcionar Tricolor e Timão ficaram apenas no empate com seus adversários. Juventude e São Paulo empataram por 2 a 2 em Caxias do Sul, no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. O sentimento é de frustração para o time do Sul e de alívio para os tricolores, já que os donos da casa abriram vantagem de dois gols no primeiro tempo, com Pitta, de cabeça, e com um golaço de Óscar Ruiz. Na etapa final, sem a apatia de antes, o Tricolor conseguiu igualar com Arboleda e Reinaldo, em pênalti que gerou muita reclamação dos anfitriões.

No jogo da volta, no dia 12 de maio no Morumbi, quem vencer avança às oitavas de final do torneio. Novo empate leva a decisão da vaga para os pênaltis.

Tudo igual em Londrina!

O Corinthians estreou na Copa do Brasil com empate por 1 a 1 com a Portuguesa-RJ, no Estádio do Café, em Londrina, pelo jogo de ida da terceira fase do torneio. Pensando na dura maratona que terá pela frente, o técnico Vítor Pereira mandou time todo reserva – incluindo o goleiro, Ivan, que substituiu Cássio – e foi surpreendido logo no primeiro minuto, com gol de Cafu. O Corinthians tentou pressionar, criou algumas chances, e buscou o empate com Jô, no fim da primeira etapa. Depois disso, porém, o jogo ficou morno e o resultado permaneceu. A torcida quase toda corintiana só não pôde ver o meia Luan – mesmo com os pedidos das arquibancadas, o camisa 7 do Timão passou mais um jogo sem sair do banco de reservas.

Corinthians e Portuguesa voltam a se enfrentar no dia 11 de maio na Neo Química Arena. Qualquer empate leva a decisão para os pênaltis, enquanto o vencedor avança às oitavas de final.

Atlético-GO e Cuiabá se enfrentaram na quinta-feira (21) em Goiânia, enquanto Palmeiras e Juazeirense jogam em São Paulo no sábado (23) e Altos-PI e Flamengo duelam em Teresina no domingo (24). Estes jogos foram postergados por causa dos compromissos de Palmeiras e Flamengo pela Copa Libertadores da América.


Trae Young reclama dos árbitros no jogo 2 contra o Miami Heat

Craque do Atlanta Hawks protesta contra arbitragem na derrota para o Miami Heat (Foto: NBA)
Craque do Atlanta Hawks protesta contra arbitragem na derrota para o Miami Heat (Foto: NBA)

O Miami Heat assumiu uma vantagem de 2 a 0 em sua série de playoffs de melhor de sete na primeira rodada contra o Atlanta Hawks, e a principal estrela de Atlanta está começando a reclamar.

Trae Young disse que o Heat não está sendo cobrado por faltas e que está impedindo seu time de jogar sua melhor bola.

No jogo 1, Miami venceu facilmente, 115-91, e Young teve um jogo miserável, acertando apenas 1 de 12 de campo e perdendo todas as sete tentativas de 3 pontos.

Ele parecia mais consigo mesmo na terça-feira (19), fazendo 10 de 20 arremessos e marcando 25 pontos, além de sete assistências, mas os Hawks não conseguiram segurar Miami.Em particular, Atlanta tinha um problema e seu nome era Jimmy Butler.

O líder do Heat marcou 45 pontos em 15 de 25 arremessos gerais e 4 de 7 de três pontos, e na reta final, ele garantiu que Atlanta não tivesse a chance de empatar a série. Seus 45 pontos estabeleceram um novo recorde nos playoffs da carreira pessoal.

Os Hawks estavam perdendo por apenas dois pontos no intervalo, mas o Miami aumentou sua defesa no terceiro quarto e ganhou o duelo.

No jogo 2, Atlanta cometeu 19 turnovers, permitindo que o Heat saísse na transição, onde superou o Atlanta por 20-13. Young, em particular, contribuiu fortemente nesse departamento com 10 turnovers sozinho.

Os Hawks enfrentarão uma situação virtual obrigatória no jogo 3 na Geórgia, marcado para esta sexta-feira (22). Se Miami vencer novamente, fará 3 a 0 na série, vantagem que nenhum time na história da NBA conseguiu reverter.