Obama pede que países não fechem as portas a refugiados

0
928

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou que não se deve fechar as portas para os refugiados por temor de atentados terroristas.

“As pessoas que fogem da Síria são as mais afetadas pelo terrorismo, as mais vulneráveis”, afirmou Obama depois da cúpula do G20 na Turquia. “ É muito importante que não fechemos nossos corações para as vítimas desta violência nem comecemos a comparar o tema dos refugiados com o tema do terrorismo”. As informações são da AFP.

A respeito dos atentados de sexta (13) em Paris, Obama anunciou reforço da troca de informações entre os serviços de inteligência de seu país e da França. “Nós anunciamos hoje um novo acordo. Nós reforçamos as práticas através das quais compartilhamos as informações de inteligência e militares com a França”, declarou Obama.

Ele também elogiou os “modestos progressos” obtidos no sábado, em Viena, em nível internacional para acabar com quatro anos de guerra na Síria. “Começamos a ver alguns progressos modestos na frente diplomática — comentou. “Foi a primeira vez que todos os países-chaves conseguiram um entendimento”, acrescentou o presidente.