OMS admite que risco de transmissão do coronavírus no mundo é elevado

Organização Mundial de Saúde reavaliou risco e assumiu que subestimou riscos; na China, 81 pessoas morreram e o vírus já contaminou 2.7 mil pessoas

0
1193
Coronavirus assusta o mundo Foto Wilimedia
Coronavirus assusta o mundo (Foto: Wilimedia)

Dados oficiais divulgados nesta segunda-feira (27) revelam que o número de mortos na China por infecção pelo coronavírus chega a 81. O número de infectados passa de 2,7 mil e, em todo o mundo, 13 países confirmaram casos da doença. Nos EUA, até o momento, cinco casos foram confirmados. Uma família de brasileiros está internada nas Filipinas aguardando os resultados dos exames, mas a suspeita é que de que foram infectados em uma viagem à China.

Diante desse cenário, a Organização Mundial da Saúde (OMS) passou a classificar como “elevado” o risco internacional de contaminação pelo novo coronavírus. O novo status, divulgado nesta segunda-feira (27), é uma correção na avaliação feita anteriormente pela própria OMS. A organização esclareceu que, por um “erro de formulação”, havia apontado o risco como moderado.

Na quinta-feira (23), a OMS havia considerado”muito cedo para falar de uma emergência de saúde pública de alcance internacional”.

A OMS só utiliza esse termo para epidemias que exigem certa reação global, como a gripe suína H1N1 em 2009, o vírus zika em 2016 e a febre ebola, que atingiu parte da África Ocidental entre 2014 e 2016 e a República Democrática do Congo desde 2018.

Da família dos coronavírus, como o SARS, o vírus 2019-nCoV causa sintomas gripais em pessoas que o contraíram e pode levar à síndrome respiratória grave.

O coronavírus tem sintomas parecidos com o da gripe e, em 25% dos casos, é considerado grave.