Custos de aluguel de casas em Miami-Dade disparam

Área à beira-mar lidera com pico de 115% em dois anos

0
935
Os condomínios se alinham na Collins Avenue em Sunny Isles Beach, que teve o maior aumento de aluguel de dois anos no condado de Miami-Dade de 115% entre março de 2020 e março de 2022. O preço médio do aluguel de casas agora é de $4,300 por mês (Foto: wikipedia.com)
Os condomínios se alinham na Collins Avenue em Sunny Isles Beach, que teve o maior aumento de aluguel de dois anos no condado de Miami-Dade de 115% entre março de 2020 e março de 2022. O preço médio do aluguel de casas agora é de $4,300 por mês (Foto: wikipedia.com)

A maioria dos moradores enfrentou aumentos de aluguel de casas superiores a 50% no período de dois anos desde o início da pandemia no condado de Miami-Dade, mas os proprietários exigiram ainda mais dinheiro, aumentando os aluguéis em até 115% em certas cidades e bairros. O Miami Herald analisou os custos de aluguel em todo o condado e classificou as áreas com os maiores aumentos médios de aluguel entre março de 2020 – quando os primeiros casos de covid-19 foram relatados na Flórida – e março deste ano, de acordo com dados do Multiple Listing Service e Ron Shuffield, CEO da Berkshire Hathaway HomeServices EWM Realty.

As novas informações mostram por que Miami-Dade se tornou, segundo a maioria dos rankings nacionais de custos de moradia, o lugar mais caro para se viver na América no momento, e fornece evidências mais convincentes da crise de acessibilidade das casas que afeta o condado. As áreas do condado incluídas na análise de aluguel residencial do Herald tinham pelo menos 20 contratos de locação mensais nos últimos dois anos para apartamentos, condomínios, casas geminadas ou estúdios independentes. Sunny Isles Beach liderou a lista de maiores aumentos com um salto de 115% no custo médio de aluguel, seguido por Miami Beach (72%), North Miami (69%), Edgewater (67%) e Doral (50%).

Com exceção de Doral, a inflação dos aluguéis residenciais nessas áreas superou a da cidade e de Miami-Dade. Os moradores do condado tiveram um aumento médio de 57% no período de dois anos, de $1,750 por mês para $2,750, enquanto as pessoas alugando na cidade tiveram um aumento de 55% – de $2,100 mensais para $3,250. 

Os lugares com os maiores aumentos de aluguel de casas têm um traço comum, disse Jack McCabe, proprietário da Jack McCabe Expert Services em Deerfield Beach, conhecida por pesquisas imobiliárias e econômicas. “Eles tiveram um grande número de novos condomínios de luxo”, disse McCabe. “Eles aumentaram o estoque, mas também no topo do mercado.” Esse é certamente o caso dos moradores de Sunny Isles Beach, devido à infinidade de opções de luxo. A maioria dos aluguéis são condomínios de luxo com preços de locação premium. Com colaboração do Miami Herald.