Papa Francisco elogia Joe Biden em encontro no Vaticano

Presidente vai passar o fim de semana em Roma, na Itália, para reunião da cúpula do G20 e depois segue para a Escócia

0
464
Joe Biden e Papa Francisco durante encontro no Vaticano (Foto Vatican Media via Reuters)

O presidente Joe Biden se encontrou, nesta sexta-feira (29), com o Papa Francisco no Vaticano. O encontro durou mais de uma hora. Biden está na Europa para o encontro do G20, que reúne as principais potências mundiais.

O papa elogiou o Democrata e disse que ele é “um bom católico” e que ele deveria continuar a receber a comunhão. O assunto aborto não foi abordado na reunião. “Nós falamos sobre o fato de que eu sou um bom católico e me pediu para que eu continue recebendo a comunhão”, disse Biden, que é católico declarado e frequenta missas.

Depois do encontro, houve outros 15 minutos de socialização e tempo para tirar fotos e trocar presentes junto com outros membros da delegação dos EUA, como a primeira-dama Jill Biden.

Encontro do G20

Antes de seguirem para a COP26 – a Conferência do Clima – em Glasgow, na Escócia, os 20 países mais ricos se reúnem no fim de semana em Roma, na Itália. O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, já embarcou para a Itália para participar do encontro.

O G20 reúne 19 países e a União Europeia. Os integrantes são responsáveis por cerca de 80% da produção econômica global e por 75% do comércio e exportações.

Na agenda está o estabelecimento de medidas urgentes para manter o objetivo de limitar o aquecimento do planeta a 1,5 grau Celsius. Um esboço de acordo traça a argumentação preparatória do G20 para alavancar ações concretas, a serem discutidas na 26ª Conferência do Clima da Organização das Nações Unidas (ONU).

“Nós nos comprometemos a enfrentar o desafio existente das alterações climáticas”, dizem os 20 países mais ricos do mundo, de acordo com os primeiros tópicos do comunicado da reunião de Roma, citado pela Reuters.

O compromisso é visto como trampolim fundamental para atenuar a crise climática, antes da COP26, na Escócia. (Com informações da Reuters).