Paulista acusada de atropelamento com DUI tem primeira audiência com juíza

Paloma Guelfi foi acusada de estar dirigindo sob influência (DUI) ao atropelar um homem na MacArthur Causeway

0
4114
Paloma aguarda julgamento e vítima segue em estado crítico no hospital (Foto: Sheriff's Office)

A brasileira Paloma Guelfi, que mora em Boca Raton, enfrenta uma série de acusações depois que atropelou um homem que dirigia um carrinho de golfe na MacArthur Causeway. Segundo a polícia, ela estava dirigindo sob influência (DUI) e compareceu nesta semana à primeira audiência com a juíza Diana Gonzalez-Whyte, do Condado de Miami-Dade. A vítima permanece em estado crítico no hospital. Paloma, de 20 anos, continua presa em Miami, com fiança estipulada em $10 mil.

O acidente aconteceu no fim de semana, na madrugada de domingo, e fechou a causeway por cerca de 10 horas. Segundo o boletim de ocorrência, o Toyota Corolla de Paloma colidiu na traseira do carrinho de golfe, arremessando o homem para o asfalto. Ele foi levado para o Jackson Memorial Hospital com uma contusão na cabeça e precisou ser operado.

A brasileira aguarda agora a data do julgamento e sua fiança foi estipulada em 10 mil dólares.