Pedestre morre após ser atingido por trem da Brightline em Miami

Acidente aconteceu semanas após a companhia retornar às atividades depois de 19 meses parada por causa da pandemia. Desde 2017, 49 pessoas morreram na Flórida em colisões envolvendo os trens

0
800
Primeiro dia de Brightline após 19 meses é marcado por acidente (Foto CBS Miami)

Um pedestre foi atropelado e morto por um trem da Brightline em North Miami Beach na manhã de terça-feira (7), segundo informou o Miami Dade Police Department. O acidente aconteceu próximo ao cruzamento movimentado da Northeast 163rd St. com a Biscayne Boulevard. A área ficou bloqueadas por várias horas durante a investigação. Segundo disseram algumas testemunhas aos agentes, a vítima não saiu dos trilhos mesmo após o trem buzinar para chamar sua atenção. De acordo com uma apuração feita pelo jornal Miami Herald, esta é a 49ª morte envolvendo um trem Brightline desde que a linha Miami-West Palm Beach foi lançada em 2017, e a primeira desde que foi reaberta no mês passado, após passar 19 meses sem funcionar por causa da pandemia de covid-19. Já no primeiro dia da volta pós-pandemia, o trem se chocou com um carro em Pompano Beach (FL), mas a motorista de 71 anos sobreviveu.

O alto índice de acidentes faz da Brightline uma das empresas ferroviárias com maior índice de fatalidades dos  EUA. Nenhuma das mortes envolvendo a empresa, entretanto, foi atribuída a uma falha nos equipamentos ou tripulação. As investigações mostraram que a maioria das vítimas eram suicidas, pessoas sob efeito de drogas, doentes mentais ou motoristas que não respeitaram a sinalização nos cruzamentos.

Em comunicado emitido na quarta-feira a companhia disse: “Segurança é um assunto sobre o qual não pararemos de falar e estamos pedindo à comunidade, às autoridades policiais e aos membros da mídia que usem suas plataformas e ajudem a amplificar uma mensagem de segurança consistente: fique longe as faixas e obedeça a todos os sinais de alerta.”