Pelo menos 23 pessoas morrem depois de sequência de tornados no Alabama

Mais de uma dúzia de tornados atingiram o Alabama e a Geórgia na tarde de domingo (3), segundo o National Weather Service

0
1376
Tornados causaram destruição e mortes no Alabama e na Geórgia FOTO CNN
Tornados causaram destruição e mortes no Alabama e na Geórgia FOTO CNN

Pelo menos 23 pessoas morreram e outras 50 ficaram feridas depois de uma sequência de tornados que atingiram os estados do Alabama e da Geórgia. Foram registrados mais de 12 tornados na tarde de domingo (3), segundo o National Weather Service.

Os fortes ventos de até 160 milhas por hora destruíram telhados, imóveis e arrancaram árvores. De acordo com a escala Fujita, que mede a intensidade de tornados, o fenômeno pode ser classificado como intermediário.

Imagens mostram destroços por toda parte. O fornecimento de energia elétrica foi interrompido, atingindo mais de 42 mil residências e empresas nos dois estados.

As equipes de resgate interromperam as atividades na noite de domingo, mas retomarão as atividades nesta manhã. Nas operações de busca, foram utilizados drones equipados com detectores de calor, que poderiam ajuda na localização dos sobreviventes.

O porta-voz da Agência de Gerenciamento de Emergências do Alabama, afirmou que até a noite de domingo não tinham sido registradas mortes fora do condado de Lee. Porém, equipes ainda avaliam os danos em vários condados na parte sudoeste do estado.

Por causa do clima severo e dos tornados, a governadora Kay Ivey estendeu para todo o Alabama o estado de emergência, que tinha sido emitido em 23 de fevereiro. Nessa data, o estado sofria com as inundações provocadas pelas fortes chuvas.

Este é o pior desastre causado por tornados no Alabama desde 2011, quando 200 pessoas morreram em consequência de outra sequência de tornados.

O presidente Donald Trump enviou uma mensagem aos moradores locais pelo Twitter. “Por favor, tenham cuidado e se mantenham seguros. Tornados e tempestades são violentos e outros podem estar chegando. Para as famílias e amigos das vítimas e para os feridos, que Deus abençoe a todos vocês”. (Com informações da Reuters e G1).