Pelo menos sete crianças são mortas em ataque a escola na Rússia

Atentados aconteceram em uma escola na manhã desta terça; dois funcionários da escola também morreram e outras 16 pessoas foram hospitalizadas

0
981
Nove pessoas foram mortas, entre elas sete crianças, e outras 16 pessoas ficaram feridas em um atentado a tiros em uma escola na cidade de Kazan, na Rússia (Foto: Reuters)
Nove pessoas foram mortas, entre elas sete crianças, e outras 16 pessoas ficaram feridas em um atentado a tiros em uma escola na cidade de Kazan, na Rússia (Foto: Reuters)

Nove pessoas foram mortas, entre elas sete crianças, e outras 16 pessoas ficaram feridas em um atentado a tiros em uma escola na cidade de Kazan, na Rússia, na manhã desta terça-feira. 

O número exato de vítimas ainda não foi confirmado oficialmente. Mais cedo, agências de notícias russas citavam fontes do Ministério da Saúde que afirmavam que ao menos 11 pessoas tinham sido mortas. O número de mortos ainda pode aumentar, já que há feridos em estado grave.

O atirador foi identificado como Ilnaz Galyaviyev, de 19 anos, e foi preso. Um perfil que pertenceria a Galyaviyev, e, mais tarde, foi bloqueado, continha publicações em que ele se descrevia como uma “divindade sanguinária” e dizia que planejava matar um “grande número de pessoas” e cometer suicídio.Um professor relatou que ouviu sons de explosões durante a segunda aula do dia e que, imediatamente, alunos e docentes se trancaram nas salas. Segundo ele, os tiros aconteceram no terceiro andar do prédio.

Vídeos nas redes sociais mostram estudantes pulando pelas janelas do terceiro andar da escola para fugir do atirador, assim como um corredor interno com vidro quebrado e pedaços de portas destruídas e uma sala de aula manchada de sangue, com um corpo no chão.

Outro registro mostra a polícia imobilizando um jovem nos arredores do prédio, mas não há confirmação se o detido era o atirador. (Com informações da Reuters)