Pequenos negócios de Miami-Dade podem obter auxílio financeiro de até $30 mil

Empresas com baixo "credit score" e empreendedores individuais que têm sofrido perdas financeiras por causa da pandemia de Covid-19 são encorajados a se candidatar à linha de crédito

0
618
Dinheiro só pode ser usado para cobrir despesas geradas pela pandemia de covid-19 (foto: Piqsels)
Dinheiro só pode ser usado para cobrir despesas geradas pela pandemia de covid-19 (foto: Piqsels)

As pequenos empresas localizadas em Miami-Dade que têm sofrido perdas financeiras em decorrência das restrições impostas pela pandemia de Covid-19, podem requerer empréstimo de até $30 mil da administração do condado.

A verba pertence ao  programa Reinvesting in our Small Business Economy (RISE), aprovado em junho com recursos da ordem de $ 25 milhões e que já beneficiou centenas de negócios. O foco do programa são os pequenos empreendimentos que  ainda não foram beneficiadas com outros recursos federais ou do governo do Estado. Empresas que possuem baixo credit score e empreendedores individuais são encorajados a participar.

As empresas que tiverem o empréstimo aprovado terão um prazo de até três anos para devolver o dinheiro ao governo, com carência de três meses para começar a pagar e juros de 3,25% ao ano. O valor entregue a cada negócio dependerá do perfil de arrecadação da empresa, número de funcionários e despesas correntes.

Um estudo realizado pela Universidade da Flórida em 2018, retratou que as pequenas empresas, que tem até 10 funcionários, representam 81% dos negócios em Miami-Dade e são responsáveis por mais de 50% dos empregos gerados na região. 

Requisitos para solicitar o empréstimo
Estar localizado em Miami-Dade.

Estar funcionando há no mínimo dois anos.

Ter arrecadação inferior a $ 2 milhões anuais e menos de 25 funcionários.

Não tenha passado por processo de falência nos últimos três anos.

Possuir score de crédito de pelo menos 535 pontos.

Todas as informações podem ser obtidas no site www.risemiamidade.com