Pesquisa aponta Trump na frente de Hillary na Flórida

Números divulgados nesta quarta-feira (13) mostram que magnata reverteu vantagem de Clinton

0
3742
Hillary Clinton e Donald Trump
Hillary Clinton e Donald Trump

O Republicano Donald Trump está à frente da Democrata Hillary Clinton na corrida pela Casa Branca na Flórida. É o que aponta a mais recente pesquisa de intenção de votos divulgada nesta quarta-feira (13) pela Quinnipiac University. A pesquisa mostra que Trump está com 42% e Hillary com 39% das intenções de votos. A pesquisa também foi realizada em Ohio e na Pensilvânia, estados considerados decisivos.

Estatisticamente o resultado é considerado empate.  Na última pesquisa, a Democrata estava oito pontos à frente do Republicano. A poucos dias de Republicanos e Democratas baterem o martelo sobre quem serão os candidatos nas respectivas convenções dos partidos, o cenário eleitoral mostra que esta será uma das eleições mais disputadas da história americana. “Donald Trump superou Hillary na Flórida e na Pensilvânia e os dois estão empatados em Ohio”, disse o coordenador da pesquisa, Peter A. Brown.

Segundo Brown, as notícias das investigações sobre os e-mails de Hillary enquanto era secretária de Estado – mesmo que tenha sido encerrado sem punições – fez com que ela perdesse espaço para o magnata. “Mesmo que ela tenha sido absolvida pelo FBI, algumas questões morais e de honestidade pesaram na decisão dos eleitores”, completa.  Foram ouvidos 1.015 eleitores na Flórida entre 30 de junho e 11 de julho.

Sanders declara apoio a Hillary

O senador democrata Bernie Sanders declarou apoio a Hillary Clinton em evento de campanha em Portsmouth, New Hampshire, nesta terça-feira (12). Os dois concorriam à indicação do Partido Democrata na corrida à sucessão de Barack Obama. O provável candidato da oposição, Donald Trump, criticou atitude de Sanders, dizendo que ele abandonou seus eleitores.

“A secretária Clinton ganhou o processo de indicação democrata. E eu pretendo fazer tudo que posso para ter certeza de que ela será a próxima presidente dos Estados Unidos”, disse Sanders em meio a aplausos.

Sanders listou uma série de razões pelas quais a ex-secretária de Estado seria uma opção melhor que seu rival republicano, Donald Trump, nas eleições presidenciais de novembro.

Citou o apoio de Hillary aos direitos dos homossexuais, seguro universal de saúde e luta contra as mudanças climáticas. “Não é um segredo que Hillary Clinton e eu discordamos em muitos assuntos. Isso é democracia”, disse Sanders, segundo a France Presse.

“Mas estou feliz por anunciar que houve uma importante aproximação entre as duas campanhas e produzimos, de longe, a plataforma mais progressista da história do Partido Democrata”, acrescentou.

Hillary agradeceu o apoio do ex-rival de 74 anos durante as primárias do partido. “Somos mais fortes juntos”, declarou Hillary logo após o pronunciamento de Sanders.