Pete Buttigieg vence por pouco o caucus presidencial Democrata em Iowa

Primeira disputa das prévias foi considerada um fiasco devido a falhas técnicas na apuração; você sabe quem é Pete Buttigieg?

0
802
Pete Buttigieg - (Foto Wikimedia Commons)

Há um ano Pete Buttigieg era um ilustre desconhecido. Ex-prefeito de South Bend, Indiana, é veterano da guerra do Afeganistão e tem apenas 38 anos, e declaradamente gay.

Ele venceu por pouco o caucus presidencial Democrata do Estado do Iowa, declarou o diretório estadual do partido na quinta-feira (6). O anúncio foi feito após um longo atraso na divulgação dos resultados da primeira disputa das prévias que irão escolher o adversário do republicano Donald Trump. As próximas prévias do Partido Democrata acontecem em New Hampshire.

Embora tenha tido um número inferior de votos absolutos, Buttigieg, superou o senador progressista Bernie Sanders por uma pequena vantagem de 26,2% a 26,1% no equivalente a delegados estaduais, que é o índice usado tradicionalmente para determinar o vencedor da disputa.

A senadora Elizabeth Warren ficou em terceiro lugar com 18%, o ex-vice-presidente Joe Biden em um quarto lugar decepcionante com 15,8% dos votos e a senadora Amy Klobuchar em quinto com 12,3%.

De acordo com análise feita por Sandra Cohen do jornal O Globo, a ascensão meteórica de Buttigieg no cenário eleitoral democrata, em princípio, abre o caminho para Sanders e beneficia sua candidatura, na medida em que o ex-prefeito de South Bend divide os votos da ala moderada com Biden. Ele praticamente empurrou o ex-vice-presidente americano para o terceiro lugar nas pesquisas em New Hampshire, deixando a liderança do estado para o senador de Vermont.

A proposta mais ambiciosa de Buttigieg é a de reformular a Suprema Corte, que teria dez membros permanentes e outros cinco com mandatos rotativos, com o objetivo, segundo explica, de “despolitizar o tribunal”. Ele defende um plano de seguro de saúde único a longo prazo, espécie de “Medicare para todos os que quiserem”.

Mostra-se favorável a exigir antecedentes para compradores de armas e a legalizar os imigrantes sem documentos. Tem propostas claras para enfrentar mudanças climáticas, apoia o direito ao aborto, mas fica em cima do muro sobre o procedimento realizado após 20 semanas de gestação. E elaborou um conjunto extenso de propostas para equiparar os direitos da comunidade LGBTQ.

Sua campanha tem desafios concretos pela frente — conquistar votos de eleitores negros e testar a resistência dos americanos a aceitarem o primeiro homossexual como presidente do país. (Com informações da CNN e G1)