Polícia ainda não encontrou menino arrastado por jacaré em Orlando

Bebê de dois anos brincava com a família à beira de um lago em resort da Disney perto do Magic Kingdom

0
15342
Lago do Disney's Grand Floridian Resort & Spa tem conexões com canais da região (foto: divulgação)

DA REDAÇÃO, COM ORLANDO SENTINEL — A polícia ainda não tem pista do paradeiro de um menino de dois anos que foi arrastado por um jacaré à beira de um lago no Disney’s Grand Floridian Resort & Spa, em Orlando, na terça-feira (14).

As buscas continuam sendo feitas por terra, água e ar, com helicópteros.

“Estamos preparados para o pior e com esperanças no melhor”, disse Jeff Williamson, porta-voz do Orange County Sheriff, ao jornal Orlando Sentinel.

As equipes de busca já encontraram quatro jacarés na área, mas nenhum sinal da criança.

Um sonar está sendo usado para rastrear o lago artificial Seven Seas, e dez mergulhadores vasculham o fundo. O lago ocupa uma área de 172 acres e tem conexões com diversos canais da região.

O Sheriff do condado de Orange, Jerry Demings, contou que a família estava na beira do lago quando o jacaré atacou o menino. O pai entrou na água e lutou para retirar o filho em poder do jacaré, mas não conseguiu.

Os pais alertaram um salva-vidas, que avisou imediatamente a polícia. O jacaré teria entre um e três metros de comprimento.

A polícia isolou a área e diversos veículos de emergência se aglomeraram em frente à sede do hotel, enquanto um helicóptero circulava no céu.

Não há nenhum aviso alertando para a presenças de jacarés na área, somente sobre a proibição de nadar no lago.

O Grand Floridian é um resort de luxo, e pertence à Disney. É um dos três hoteis ligados pela linha de monotrilho que percorre os parques, a apenas uma parada do Magic Kingdom.

Em nota, o vice-presidente da Walt Disney World Resort, Jacquee Wahler, comentou o ocorrido. “Estamos todos aqui no Walt Disney World  Resort arrasados por conta deste trágico acidente. Nossos pensamentos estão com a família. Nós estamos ajudando a família e fazendo tudo o que podemos para colaborar com as autoridades”

Foi a terceira tragédia que se abateu sobre Orlando em menos de uma semana. Na noite de sexta (10) a cantora Christina Grimmie foi assassinada depois de um show os Plaza Live. O assassino cometeu suicídio após o crime. Na madrugada de domingo (12), um atirador matou 49 pessoas numa boate na cidade antes de ser morto pela polícia.