Polícia encontra 30 cães e gatos mortos em casa de diretora de ONG de resgate de animais

Mulher foi presa acusada de maus-tratos a animais na Carolina do Sul; vizinhos denunciaram diretora à polícia após sentirem forte cheiro vindo da casa

0
730
Diretora da ONG foi presa acusada de maus tratos (Foto Richland County Sheriff's Dept)

A diretora de uma ONG da Carolina do Sul foi presa após a polícia encontrar em sua casa 28 cães e dois gatos mortos em gaiolas de resgate. A polícia foi chamada por vizinhos de Caroline Dawn Pennington, de 47 anos, depois que eles sentiram “um cheio de morte” vindo da casa.

Caroline era conhecida na comunidade de Richland County por seu trabalho para proteger os animais por meio da ONG Growl.

“É terrível e de partir o coração”, disse o sheriff do condado de Richland, Leon Lott, em um comunicado. “Esta é alguém que foi confiada pela comunidade para cuidar desses animais e encontrar lares para eles. Ela traiu essa confiança e traiu a confiança desses animais inocentes que confiavam nela.”

Ao chegar à residência de Carolina, os policiais disseram que os animais parecem ter morrido de fome e desidratação.

“Eles estavam em suas gaiolas, com fezes e urina em volta e ali mesmo morreram”, disse a polícia. “Esse foi o pior caso de maus tratos a animais que já vimos”.