Preço da gasolina está em queda, mas alegria deve durar pouco

Consumidor da Flórida paga em média $ 4,41, mas especialistas preveem novo recorde de alta em agosto

0
477
Preço da gasolina pode voltar a subir com o pico da temporada de furacões (Foto: Anthony Inswasty – Wikimedia Commons)
Preço da gasolina pode voltar a subir com o pico da temporada de furacões (Foto: Anthony Inswasty – Wikimedia Commons)

O preço da gasolina nos postos da Flórida está em queda esta semana e os consumidores têm pago em média $ 4,41 pelo galão de combustível – 15 cents a menos do que há sete dias e 47 cents a menos do que o recorde registrado há exatamente um mês. Mas a expectativa é que tudo isso seja apenas passageiro: o mês de agosto deve chegar com aumentos e o custo do galão pode passar de cinco dólares aqui na região. O pico da temporada de furacões é a causa apontada pelos especialistas para a alta esperada.

“Se um furacão atingir os Estados Unidos e danificar plataformas de petróleo offshore e refinarias da Costa do Golfo, o preço da gasolina certamente vai bater outros recordes no próximo mês”, explicou Patrick De Haan, chefe de análise de petróleo do site GasBuddy, que analisa o custo dos combustíveis em todo o País. Segundo ele, os preços ainda devem cair mais nos próximos dias, beneficiados pelo aumento da produção doméstica de petróleo. Os EUA têm atualmente 752 plataformas petrolíferas ativas, o que representa 273 a mais do que há um ano.

Mark Jenkins, da AAA, acrescenta que a queda detectada nas bombas de gasolina foi também fruto de preocupações com uma possível recessão econômica global e da natural menor demanda por combustível. De fato, nos três condados do Sul da Flórida, os consumidores sentiram no bolso a redução do preço médio da gasolina: $ 4,63 em Palm Beach, $ 4,52 em Miami-Dade e 4,51 em Broward.

Mas se as perspectivas de curto prazo não são as melhores, um alívio mais consistente pode chegar dentro de um ano. A Energy Information Administration, agência do governo norte-americano, prevê que em 2023 os preços médios da gasolina se estabilizem em $ 3,66. Até lá, tudo pode acontecer.