Preços de casas disparam no último ano nos EUA; Miami e Tampa estão no topo da lista

Casas estão custando 18.8% mais caras em todo o País; em Tampa o reajuste chega a 29.4% e 27.3% em Miami

0
1408
Home for sale (Foto Canva)

O mercado imobiliário está superaquecido nos Estados Unidos. Os preços das casas dispararam em 2021, com aumento registrado de 18.8% em todos os EUA, segundo o US National Home Price Index.

As cidades de Phoenix, no Arizona, Tampa e Miami, na Flórida, lideram a lista com os maiores reajustes de preços de casas. Em Phoenix está 32.5% mais caro comprar uma casa. Em Tampa, os valores desses imóveis aumentaram 29.4% e em Miami, 27.3%.

Segundo Craig Lazzara, coordenador do levantamento, o aquecimento do mercado imobiliário nos EUA se deve ao fato de as pessoas estarem se mudando de cidade durante a pandemia.

Isso causou uma queda na oferta de casas. De acordo com o National Association of Realtors, a oferta de imóveis é a mais baixa de todos os tempos. Quanto mais alta a demanda, mais alto o preço.

A prestação da casa também aumentou. A média de aumento foi de $200 por mês quando comparadas às prestações em dezembro de 2020. “A expectativa é que os preços continuem altos e vai ficar mais difícil comprar uma casa em 2022. Mas, ao mesmo tempo, esperamos que as pessoas ganhem mais dinheiro em empregos novos e tenham condições de adquirir o tão sonhado imóvel”, afirma o especialista.