Prefeitura de New York vai exigir comprovante de vacina para entrada em locais fechados

Anúncio foi feito pelo prefeito Bill de Blasio nesta terça-feira (3); a ordem entra em vigor no dia 16 de agosto

0
1838
Bill de Blasio é prefeito de NY (Foto: NYC Media)

O prefeito de New York, Bill de Blasio, anunciou nesta terça-feira (3), que comprovantes de vacina serão exigidos em locais fechados da cidade como restaurantes, cinemas, teatros e academias de ginástica. A ordem, denominada Key to NYC Pass, entra em vigor no dia 16 de agosto.

De Blasio argumenta que o objetivo e encorajar as pessoas a tomarem a vacina para conter a disseminação do vírus, em especial, da variante Delta. O prefeito disse que, a partir de 16 de setembro, haverá fiscalização e aplicação de multas nesses locais.

“Se você não quer se vacinar, lamento informar que você não poderá fazer diversas coisas. Se você quiser participar da nossa sociedade por completo, você tem que se vacinar”.

De acordo com o jornal The New York Times, a prefeitura vai criar um “passaporte” que as pessoas precisarão apresentar para ter acesso a locais fechados. Medidas similares têm sido adotadas em alguns lugares, como na França, e gerado protestos.

De Blasio já havia anunciado na semana passada que a prefeitura vai pagar $100 para quem se vacinar. Esta medida entrou em vigor na sexta-feira (30) e 11 mil pessoas já receberam o dinheiro.

Cerca de 2 milhões de nova-iorquinos ainda não se imunizaram contra a Covid-19, e a situação tem ficado mais preocupante devido à variante delta.

Dois terços dos adultos estão totalmente vacinados na cidade, uma taxa superior à média dos EUA, mas algumas áreas da cidade ainda apresentam baixas taxas de imunização.

“Os incentivos ajudam imensamente a aumentar a vacinação”, afirmou o prefeito em um pronunciamento.