Preso suspeito de matar quatro pessoas em Nashville

Jovem, que estava seminu, abriu fogo no restaurante Waffle House na manhã de domingo (22)

0
1293
Travis Rinking foi preso pela polícia de Nashville
Travis Rinking foi preso pela polícia de Nashville

A polícia de Nashville prendeu, nesta segunda-feira (23), Travis Reinking, de 29 anos, suspeito de abrir fogo na madrugada de domingo (22) no restaurante Waffle House, e matar quatro pessoas. O jovem, que estava seminu, atingiu seis pessoas, das quais quatro morreram (três na cena do crime e um no hospital). Mais de 100 policiais estavam mobilizados nas buscas.

Os veículos de comunicação locais afirmam que segundo agentes na cena do crime o suspeito estava armado com um fuzil AR-15, modelo usado com frequência nos ataques a tiros nos Estados Unidos, onde se instalou um debate para aumentar os controles ao acesso às armas de fogo.

“Um cliente conseguiu tirar a arma do agressor. Estava nu e foi embora a pé. Trata-se de um homem branco com cabelo curto”, acrescenta o texto.

Segundo a polícia, 20 pessoas estavam no restaurante na hora do ataque. Três negros e um hispânico foram mortos. Mas não se sabe a razão dos ataques. As vítimas foram identificadas como Taurean Sanderlin, de 29 anos, Joe Perez, de 20 anos, Akilah da Silva e DeEbony Groves, de 21 anos.

Suspeito já tinha sido preso

O Serviço Secreto dos Estados Unidos informou que Travis Reinking já havia sido detido em julho de 2017 nas imediações da Casa Branca por violar uma barreira de segurança.

Reinking exigia uma reunião com o presidente Donald Trump e foi detido perto da residência presidencial.

“Reinking disse ao Serviço Secreto que queria organizar uma reunião com o presidente Donald Trump. O Serviço Secreto pediu a Reinking que deixasse o local e o deteve quando ele se recusou”, afirmou em comunicado o agente especial Todd Hudson.