Professor da Flórida é afastado depois de um vídeo dele vazar no TikTok com supostos comentários racistas

Professor do condado de Manatee (FL) é visto em um vídeo de TikTok no qual ele está repreendendo um estudante durante o Pledge of Allegiance

0
763
O vídeo mostra um professor na Bradenton High school repreendendo um aluno com aparência de latino que aparentemente se recusara a ficar em pé e saudar a bandeira (Imagem: amazon.com)
O vídeo mostra um professor na Bradenton High school repreendendo um aluno com aparência de latino que aparentemente se recusara a ficar em pé e saudar a bandeira (Imagem: amazon.com)

Em um vídeo que foi ao ar na quarta-feira (21) e já foi assistido por mais 160 mil pessoas, um professor da Flórida foi filmado admoestando um aluno por não ficar em pé durante o Pledge of Allegiance (Juramento de Fidelidade).

Um porta-voz do distrito escolar disse que o professor foi afastado, enquanto prosseguem as investigações.

O vídeo mostra um professor na Bradenton High school repreendendo um aluno com aparência de latino que aparentemente se recusara a ficar em pé e saudar a bandeira.

“Você vai ficar aí sentado?”, pergunta o professor com expressão raivosa, e o aluno não respondeu.

“Se você quer fazer alguma coisa, apenas levante e faça”, acrescenta o professor. “Vou defender meu país até o fim.”

“Eu não vou te machucar”, diz o adolescente em resposta.

O professor, que parece ser branco, então se lança em uma demonstração de xenofobia.

“Então volte para o seu… de onde você é? México ou Guatemala? De onde?”

“Eu nasci aqui”, responde o aluno.

“Você nasceu aqui? E você não vai defender a bandeira?” o professor responde, jogando as mãos para o ar antes que o vídeo termine.

“O Distrito Escolar do condado de Manatee condena veementemente qualquer linguagem ou comportamento que degrade, humilhe ou insulte qualquer pessoa — especialmente os jovens, famílias e comunidade que temos o privilégio de servir”, informou o distrito em um comunicado.

Estudantes em escolas públicas e universidades têm o direito constitucional de expressar o “discurso simbólico” ao ficar sentado durante o Juramento de Fidelidade ou no Hino Nacional. Mas alguns estados, como a Flórida, exigem que estudantes da pré-escola ao ensino secundário tenham permissão dos pais para renunciar à fidelidade cívica durante o compromisso, de acordo com a lei estadual.