Quase 20 mil carteiras de motorista falsificadas são apreendidas em Chicago e Dallas

As apreensões ocorreram durante os primeiros seis meses deste ano. Segundo os oficiais do CBP, a maioria das carteiras falsificadas tiveram origem na China. Mas algumas remessas foram enviadas da Coreia do Sul e Grã-Bretanha.

0
1267
Carteiras falsas interceptadas pelo CBP em Chicago (Customs and Border Protection )
Carteiras falsas interceptadas pelo CBP em Chicago (Customs and Border Protection )

Nos primeiros seis meses deste ano, a  US Customs and Border Protection (CBP) interceptou cerca de 20 mil carteiras de motorista falsas vindas da China e de outros países. A operação aconteceu nos aeroportos O’Hare, de Chicago, Illinois, e Fort Worth,  em Dallas, Texas.

Segundo os oficiais da alfândega, as encomendas enviadas aos EUA tiveram origem principalmente em Hong Kong, mas houve algumas remessas vindas da Coreia do Sul e da Grã-Bretanha.

Em Chicago, os agentes constataram que a maioria das carteiras foram emitidas para jovens na faixa de 20 anos e muitas tinham a mesma foto com nomes diferentes. Eles testaram os códigos de barras dos documentos falsos e constataram que realmente funcionavam.  Ralph Piccirilli, diretor interino da área portuária da CBP em Chicago, disse que eram “muito realistas”. 

No Aeroporto Internacional de Fort Worth- Dallas, também houve interceptações de driver licenses falsas que chegaram aos EUA.

“O que é mais desconcertante nessas operações é a facilidade com que tantos jovens compartilham livremente suas informações pessoais com falsificadores no exterior”, disse Timothy Lemaux,  diretor da CBP de Dallas 

“Continuaremos a colaborar com a aplicação da lei local para educar qualquer pessoa que esteja pensando em comprar uma identidade falsificada online, sobre os perigos de compartilhar suas informações pessoais ​​com um elemento criminoso”, acrescentou. 

Além das quase 20 mil driver license , outros 1,513 documentos de identificação falsificados foram retidos.

No outono de 2019, os agentes da CBP em Kentucky impediram a entrada de quase três mil carteiras de motorista falsas que seriam distribuídas em New York.