Rapper de Miami compra ferrari de $96 mil com dinheiro do auxílio covid-19

Ele foi preso e a Ferrari que supostamente comprou com o dinheiro público foi apreendida

0
1232
A Ferrari que supostamente comprou com o dinheiro público foi apreendida (Foto: Pixabay)
A Ferrari que supostamente comprou com o dinheiro público foi apreendida (Foto: Pixabay)

O rapper Diamond Blue Smith, do grupo Pretty Ricky, de Miami, está sendo acusado por agentes federais de obter um empréstimo superior a $426 mil de forma fraudulenta do Paycheck Protection Program (PPP).

O PPP é parte da Lei CARES, destinada a fornecer ajuda financeira para milhões de pessoas que sofreram perdas financeiras durante a pandemia de covid-19.

Os agentes federais informaram que Smith usou documentos falsificados para garantir o empréstimo e usou o dinheiro recebido para comprar uma ferrari de $96 mil, e outros itens de luxo.

O rapper de 36 anos vai responder a acusações por fraude eletrônica, fraude bancária e conspiração. Segundo os agentes, quando o esquema foi descoberto ele estava buscando outro empréstimo de $708.065 para sua outra empresa, a Blue Star Records LLC, novamente usando documentos falsificados.

Ele foi preso e a Ferrari que supostamente comprou com o dinheiro público foi apreendida.

No mês passado, Josh Belamy, jogador da NFL, também foi preso em uma tentativa de obter mais de $ 24 milhões do PPP de forma fraudulenta. Ele foi acusado pelo tribunal federal do sul da Flórida e preso. Os investigadores dizem que ele comprou $104 mil em artigos de luxo e gastou mais de $62 mil em jogos de azar no Seminole Hard Rock Hotel & Casino.