Reabertura de alguns estados já começa nesta sexta-feira (24)

De um lado, governadores Republicanos insistem em volta “ao normal”; de outro, Democratas pedem que as pessoas permaneçam em casa

0
1129
Estados vivem batalha pela reabertura em meio à pandemia (Foto Wikimedia)

O movimento “Open it Up” está ganhando cada vez mais adeptos nos Estados Unidos e a questão se tornou uma disputa política entre governadores Republicanos e Democratas. De um lado, os líderes do Partido Republicano defendem a reabertura do País “com responsabilidade”; de outro, Democratas pedem que as pessoas respeitem as diretrizes de médicos e especialistas e fiquem em casa.

A partir desta sexta-feira (24), academias de ginástica, salões de beleza e pistas de boliche da Geórgia poderão voltar a receber seus clientes, e a partir de segunda os restaurantes e cinemas também começarão a funcionar. A prefeitura de Atlanta, no entanto, pede que as pessoas continuem e casa.

Na Carolina do Sul, as livrarias e lojas já têm autorização para abrir suas portas, e também o acesso a algumas praias e parques foi liberado. No Tennessee, a partir de 1º de maio não vigora mais o decreto estadual que obriga a população a ficar em casa, e o governador da Louisiana está seguro de que até essa data já terá condições de seguir as diretrizes da Casa Branca para restaurar a atividade comercial. O governador da Flórida, Ron DeSantis, trabalha a todo vapor para apresentar o plano de abertura até o final desta semana.

O republicano Brian Kemp, governador da Geórgia, foi um dos últimos a emitirem a ordem para ficar em casa. Menos de três semanas depois, decidiu dar início à reabertura da atividade no Estado.

O governo do Texas, Greg Abbot, anunciou as primeiras medidas de relaxamento gradual das restrições relacionadas ao coronavírus no Estado.

O anúncio ocorre depois que o presidente Donald Trump apresentou um roteiro com orientações e pré-condições para a reabertura do comércio e outras atividades baseadas no número de casos de coronavírus em cada região.

Abott foi o primeiro a seguir as diretrizes do presidente, incentivando os comerciantes para recomeçarem as operações a partir da próxima sexta-feira (24), no modelo que ele chama de “varejo para viagem”. Os clientes devem encomendar seus itens com antecedência e realizar a compra do lado de fora das lojas, na calçada.

Confira as diretrizes do “Opening up American Again” neste link.