Red tide: praias do condado de Broward permanecem abertas neste fim de semana

Correntes marítimas trouxeram a maré vermelha do Golfo do México para a Costa Leste do Estado; algumas praias em Palm Beach e parte de Miami-Dade permanecem fechadas

0
1694
Peixe morto encontrado na orla em Palm Beach FOTO SUNSENTINEL
Peixe morto encontrado na orla em Palm Beach FOTO SUNSENTINEL

Centenas de peixes mortos foram vistos na orla da praia de Fort Lauderdale, depois que a maré vermelha (red tide) chegou ao Sul da Flórida trazida por correntes marítimas vindas do Golfo do México. As praias do condado de Broward – Fort Lauderdale, Pompano Beach, Deerfield Beach – permanecem abertas ao público neste fim de semana, mas com avisos e bandeiras alertando banhistas que tenham problemas respiratórios. No Sul da Flórida, os testes para a red tide deram níveis baixos a moderados.

O condado de Palm Beach fechou três praias na quinta-feira (4): Boynton Beach, as praias de Boca South Inlet Park e Ocean Inlet e Gulfsteam parques em Boca Raton também estão fechadas por precaução. Em Miami-Dade, as praiais ao norte de Haulover Inlet até Golden Beach estão fechadas para o público.

O governador Rick Scott anunciou $3 milhões do Florida Department of Environmental Protection para os condados de Lucie, Martin, Palm Beach, Broward e Miami-Dade para minimizar os efeitos da maré vermelha. As autoridades alertaram que os efeitos da maré vermelha serão sentidos na região até o dia 9 de outubro.

“Por favor tenham em mente que pessoas com problemas respiratórios, como asma, devem evitar ir à praia. Os testes mostram que para a maior parte das pessoas o nível de algas é seguro”, disse Carlos Gimenez, prefeito de Miami-Dade.

Red tide

A maré vermelha é um fenômeno natural mais comum no Golfo do México (Costa Oeste)  que provoca manchas de coloração escura na água do mar. As manchas são causadas pelo crescimento excessivo de algas microscópicas presentes no plâncton marinho, num processo chamado de floração.

As algas em questão sobem para a superfície por motivos variados, como as mudanças de temperatura nas águas dos mares, a alteração dos níveis de salinidade presentes nas águas, bem como o despejo de esgoto e despejos diversos nas águas do mar. Com base nestes fatores, as algas crescem rapidamente, deslocando-se para a superfície.

Nos últimos meses, as autoridades vêm lutando para conter a proliferação dessas algas nas praias da região oeste. O governador Rick Scott chegou a declarar situação de emergência em diversas cidades depois que milhares de peixes apareceram mortos. O turismo também sofreu as consequências.