Rede de hotéis Motel 6 vai pagar $7.6 milhões em indenizações por entregar imigrantes para o ICE

Em agosto de 2017, rede foi acusada de entregar pelo menos vinte hóspedes para a imigração

0
3395
Agentes de imigração prenderam pelo menos 20 pessoas em dois hotéis da rede Motel 6 no Arizona
Agentes de imigração prenderam pelo menos 20 pessoas em dois hotéis da rede Motel 6 no Arizona

A rede de hotéis Motel 6 concordou em pagar mais de $7.6 milhões em indenizações a hóspedes entregues pela rede para o U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE). Depois da denúncia de que pelo menos vinte imigrantes teriam sido entregues ao ICE em 2017, uma ação coletiva foi impetrada na Justiça e o acordo de pagar as indenizações foi firmado.

Os hóspedes alegam que motéis do Arizona entregaram suas informações pessoais para o ICE. No acordo, divulgado na terça-feira (6), a rede de hotéis se comprometeu a manter em sigilo as informações de quem se hospeda no hotel, conhecido por ser de beira de estrada e a baixo custo.

“O Motel 6 reconhece plenamente a gravidade da situação e aceita a total responsabilidade por compensar aqueles que foram prejudicados e tomar as medidas necessárias para garantir a proteção da privacidade de nossos hóspedes”, afirmou. A cadeia hoteleira não admitiu, no entanto, qualquer irregularidade.

O caso veio à tona depois da prisão do mexicano Manuel Rodiguez-Juarez, de 33 anos, jardineiro que foi preso no hotel depois de mostrar seu documento de identidade expedido no México. No caso dele, o ICE apenas informou que “recebeu uma informação” e “sabia que Rodriguez estava no quarto número 214”. Em outro caso, o ICE também tinha informações específicas sobre o quarto do imigrante preso.

A administração da rede garantiu que a prática se limitou aos hotéis de Phoenix, Arizona e que já acabou, mas a prática aumentou o medo e a desconfiança de imigrantes, ameaçados, também, por corporações.