Reforço específico contra variante ômicron não é necessário agora, diz Fauci

Para especialista, reforço com vacinas já existentes funciona

0
360
Dr. Anthony Fauci (Foto: NBC)
Dr. Anthony Fauci (Foto: NBC)

Doses de reforço das vacinas contra a covid-19 atualmente disponíveis funcionam contra a variante Ômicron do novo coronavírus e parece não haver necessidade de reforços específicos, disse o especialista em doenças infecciosas dos Estados Unidos (EUA) Anthony Fauci nessa quarta-feira (15). As informações são da Reuters.

“Nossos regimes de reforço de vacina funcionam contra a ômicron. Nesse ponto, não há necessidade de um reforço específico para a variante”, afirmou Fauci a repórteres, em entrevista na Casa Branca.

Ele disse que a atividade neutralizante de duas doses da vacina da Moderna é “substancialmente baixa” contra a ômicron, citando dados do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas, do qual é diretor.

“No entanto, se você olhar duas semanas após a terceira dose, notará o grau substancial de elevação da posição neutralizante; bem dentro da faixa de neutralização da Ômicron”, acrescentou, ao comentar os resultados do estudo que contou com a colaboração da Moderna.

A BioNTech e a Pfizer disseram, na semana passada, que três doses de sua vacina foram capazes de neutralizar a nova variante em um teste de laboratório, mas duas doses resultaram em anticorpos neutralizantes significativamente mais baixos.

A J&J ainda não divulgou nenhum dado próprio sobre o desempenho de sua vacina contra a nova cepa do coronavírus.

Todas as três vacinas contra a covid-19 autorizadas nos EUA parecem ser significativamente menos protetoras contra ômicron em testes de laboratório, mas uma dose de reforço provavelmente restaura a maior parte da proteção, de acordo com estudo publicado na terça-feira (14).