Republicano disse que indocumentados presentes ao discurso de Trump deveriam ser ‘presos e deportados’

Conhecido por ser intolerante quando o assunto é imigração, Paul Gosar do Arizona causou polêmica nas redes sociais

0
3280

O senador Republicano do Arizona Paulo A. Gosar causou polêmica na noite de terça-feira (30) ao postar no Twitter que imigrantes indocumentados presentes ao discurso de Trump no Estado da União “deveriam ser presos e deportados”.

A declaração foi feita porque alguns congressistas do Partido Democrata convidaram Dremers – beneficiários do Deferred Action for Childhood Arrivals – para assistir ao discurso de Trump. “Em todos os lugares a lei deve ser cumprida e no Congresso especialmente. Qualquer imigrante ilegal que passe pela segurança, sob algum pretexto de ter sido convidado, deve ser preso e deportado”, escreveu em seu Twitter.

O post do senador, que é conhecido por não gostar de imigrantes, causou polêmica e revolta nas redes sociais.

O Congresso está tentando chegar a um acordo para proteger cerca de 800 mil  ‘dreamers’ crianças que chegaram com os pais (sem documentos) e foram beneficiadas pelo DACA, tendo direito a trabalhar, estudar e são protegidos da deportação.