Réveillon em Copacabana reúne 2,8 milhões de pessoas para assistir espetáculo de fogos e shows

Tradicional festa teve público recorde e 14 minutos de fogos de artifício

184
Cristo iluminado por fogos no réveillon — Foto Fernando Maia-Riotur
Cristo iluminado por fogos no réveillon — Foto Fernando Maia-Riotur

O réveillon em Copacabana teve 14 minutos de queima de fogos e uma festa com direito a shows de Ludmilla, Gilberto Gil e Baby do Brasil. A estimativa da prefeitura é que 2,8 milhões de pessoas tenham assistido a chegada do Ano Novo da praia – destes, 56% eram turistas, segundo a Riotur. As informações são do G1.

“Batemos todos os recordes”, comemorou Marcelo Alves, presidente da Riotur. “Maior do que o no carnaval e em um dia só. Carnaval são sete dias. ”

À meia-noite, foram lançadas 17 toneladas de fogos multicoloridos nos céus de Copacabana a partir de 10 balsas flutuantes. O espetáculo, acompanhado por música, emocionou cariocas e turistas que estavam na praia. As bombas formaram imagens a 200 metros de altura, com figuras geométricas e efeitos em 3D.

O Cristo Redentor recebeu projeções digitais com palavras como amor e esperança durante a queima de fogos em Copacabana. Foi uma iniciativa da Arquidiocese do Rio de Janeiro para homenagear a cidade maravilhosa.

A festa também teve pontos negativos. Duas pessoas foram atingidas por balas perdidas perto do Copacabana Palace. Elas foram hospitalizadas e o estado de saúde delas não foi divulgado. Também foram registrados muitos furtos e arrastões.