Ron DeSantis assina leis para “conter influência comunista” na Flórida

Governador discursou em um púlpito com os dizeres "Stop CCP Influence", ou, "Pare a Influência do Partido Comunista Chinês (CCP, na sigla em inglês)

0
1325
O governador Ron DeSantis durante assinatura das legislações em Miami (foto: Reprodução WFLA)

O governador Ron DeSantis assinou dois projetos de lei nesta segunda-feira (7) que, segundo ele, são destinados a combater a influência de partidos considerados comunistas no estado.

No ato de assinatura das legislações HB 1523 e HB 7017, DeSantis discursou em um púlpito com os dizeres “Stop CCP Influence”, ou, “Pare a Influência do Partido Comunista Chinês (CCP, na sigla em inglês).

Os projetos de lei criados pelos deputados republicanos Mike Beltran e Erin Grall criam o crime de tráfico de segredos comerciais, aumentam as penalidades criminais se os segredos forem roubados e fornecidos a um governante estrangeiro, e buscam conter a “influência” de outros países em instituições de pesquisas acadêmicas do estado.

“As leis que assinei hoje protegem nossas instituições públicas da influência indevida, e isso significa proibir acordos entre entidades públicas e o Partido Comunista da China, ou Cuba, ou qualquer uma dessas forças malignas”, falou o governador durante a sanção das leis em Miami, FL.

A medida passa a exigir que universidades que recebam investimentos ou doações acima de $ 50 mil por ano de lideranças estrangeiras, prestem contas ao estado.

“Na Flórida, vamos tomar uma posição. Nem China, nem Rússia, nem Cuba, nem Coreia do Norte, nem Irã , não a Síria, não a Venezuela ”, enfatizou.

O político também aproveitou o momento para  “responsabilizar a China” pela pandemia de covid-19, dizendo que o PCC e a World Health Organization são culpados pela disseminação do vírus.

No último dia 27 de maio, o presidente Joe Biden pediu a U.S. Intelligence Community que “redobrasse os esforços investigativos” na busca de respostas sobre a origem do coronavírus. As razões para o surgimento informadas pela China é que o vírus nasceu do contato humano com animais infectados em um mercado de Wuhan.

A duas leis assinadas por DeSantis entram em vigor em 1º de outubro deste ano.