Seleção Brasileira atropela a Argentina e ganha de 3 a 0 pelas Eliminatórias da Copa

Neymar fez o gol 50 pela Seleção em partida que fez a alegria da torcida

0
2694
Neymar faz o 50º gol pela Seleção Brasileira
Neymar faz o 50º gol pela Seleção Brasileira

Da Redação com UOLDiante de um Mineirão lotado, a Seleção Brasileira fez bonito e ganhou da Argentina por 3 a 0 em noite inspirada, nesta quinta-feira (10). O jogo foi pela 11ª rodada das Eliminatórias da Copa da Rússia e teve gols de Philippe Coutinho, Neymar e Paulinho. O Brasil segue na liderança da competição, com 24 pontos.

No retorno da Seleção Brasileira ao palco do maior vexame de sua história, 7 a 1 para a Alemanha, foi a Argentina que viu fantasmas. Com a derrota, o arquirrival do Brasil permanece com 16 pontos, na sexta posição das Eliminatórias, fora até mesmo da zona de repescagem para a Rússia.

Com dez minutos, Brasil x Argentina no Mineirão tinha oito faltas marcadas. Jogo tenso, brigado, muito disputado no meio de campo. Com início de primeiro tempo irregular, as duas equipes tiveram dificuldades para criar oportunidades e levar perigo à meta rival. A primeira boa chance de gol veio em chute de fora da área de Biglia, que parou em ótima defesa de Alison. Logo depois, no entanto, quem chegou foi o Brasil – e para abrir o placar.

Escalado pela meia direita, Philippe Coutinho inverteu de lado, confundiu a marcação argentina e marcou um golaço. Arrancou da meia esquerda, cortou para o meio e fuzilou no ângulo. Após Coutinho desafogar o clássico, Neymar ampliou para o Brasil e fez seu 50º gol pela Seleção em grande jogada de Gabriel Jesus, que estava apagado até então no jogo. O atacante do Palmeiras recebeu de costas, girou sobre Zabaleta e enfiou bola perfeita para Neymar – que só deslocou Romero.

Show da torcida

“Ohhh, o campeão voltou, o campeão voltou, o campeão voltou…” Assim a torcida embalou a seleção canarinho no segundo tempo de espetáculo no Mineirão. Com a vantagem de 2 a 0 no placar, Tite chamou Bauza para o jogo. O treinador tirou o meia Pérez e lançou o atacante Agüero. Deu espaços e o Brasil passeou. Primeiro, Paulinho driblou o goleiro, mas teve chute cortado em cima da linha.

Na segunda chance não teve jeito. Ele aproveitou bola cruzada na área por Renato Augusto e completou as redes, para levar à loucura Tite – que saiu do banco de reservas e foi abraçar os jogadores. A partir daí, foi um show no Mineirão com direito a olé e festival de dribles de Neymar. Se não tivesse desperdiçado pelo menos duas boas chances, com Jesus e Firmino, o Brasil poderia ter aplicado um goleada histórica no Mineirão.