Boletim da Copa | Confira os destaques neste dia de estreia da Seleção Brasileira no Catar

0
873
Richarlison foi autor dos dois gols brasileiros sobre a Sérvia – o segundo foi o mais bonito da primeira rodada da Fase de Grupos (Foto: fifa.com)
Richarlison foi autor dos dois gols brasileiros sobre a Sérvia – o segundo foi o mais bonito da primeira rodada da Fase de Grupos (Foto: fifa.com)

Seleção Canarinho dança no ritmo do Pombo

O Estádio Lusail em Doha, no Catar, foi palco de uma boa exibição da Seleção Brasileira no segundo tempo de seu jogo de estreia contra a Servia, nesta quinta-feira (24). A primeira etapa apresentou predomínio brasileiro, mas foram poucas as chances criadas. E as que surgiram foram desperdiçadas, sobretudo por Raphinha.

Após o intervalo, porém, Seleção Canarinho mostrou porque é uma das candidatas ao título. Marcando os adversários sob pressão para retomar a bola e armar jogadas de ataque com rapidez, o time de Tite não deu espaços a equipe dirigida por Dragan Stankovic. Pouco a pouco foi minando a resistência da defesa sériva, até conseguir abrir o placar com Richarlison, que aproveitou o rebote do goleiro Milinkovic-Savic em um chute de Vini Jr., aos 18 minutos do segundo tempo. A dupla voltou a fubncionar dez minutos depois, quando o jogador do Real Madrid cruzou sob medida para o “Pombo”, apelido de Richarlison que atua no Tottenham de Londres. O atacante dominou e pegou um voleio indefensável para o arqueiro da Sérvia. Com certeza, foi o gol mais bonito dessa primeira rodada da Copa do Mundo no Catar.

Ao anotar duas vezes, Richarlison quebrou a maldição da “camisa 9”, porque aqueles que vestiram a camisa com este número – Fred em 2014 e Gabriel Jesus em 2018 – não conseguiram anotar um tento sequer. Com o placar assegurado, Tite aproveitou para colocar em campo outros jogadores, como Fred e os atacantes Rodrigo, Antony, Gabriel Jesus e Gabriel Martinelli. Essas mexidas comprovam que o treinador brasileiro está mesmo disposto a jogar ofensivamente nesta Copa do Mundo.

Jogador mais caçado na primeira rodada, o camisa 10 saiu aos 34 minutos do segundo tempo e imediatamente iniciou tratamento com gelo no tornozelo direito. Com muitas dores, o atacante foi visto chorando e preocupa para a sequência do torneio. Os jogadores no banco de reservas consolaram o camisa 10 da Seleção. Após o jogo, ele foi para o vestiário mancando bastante.

Thiago Silva, zagueiro de 38 anos, se tornou o jogador mais velho a entrar em campo pela seleção brasileira em partidas de Copa do Mundo nesta quinta-feira. O capitão deixa para trás jogadores históricos: o lateral-direito Djalma Santos tinha 37 anos e quatro meses na Copa de 1966, disputada na Inglaterra, e Nilton Santos tinha 37 anos e 14 dias na Copa de 1962, conquistada pelo Brasil no Chile.

O Brasil termina a primeira rodada como líder do Grupo G com três pontos, empatado com a Suíça, mas à frente no saldo de gols (2 contra 1). Camarões e Sérvia, zerados, vêm na sequência. Na segunda rodada, marcada para segunda-feira (28), Brasil e Suíça se enfrentam pela liderança do Grupo G enquanto Sérvia e Camarões lutam pela sobrevivência na competição.

Suíça vence sem encantar, com gol de camaronês!

Embolo, autor do único gol da Suíça na vitória sobre Camarões, não comemorou porque eel nasceu no próprio país africano (Foto: Arsenal)
Embolo, autor do único gol da Suíça na vitória sobre Camarões, não comemorou porque eel nasceu no próprio país africano (Foto: Arsenal)

Na largada do grupo do Brasil na Copa do Mundo do Catar, a Suíça venceu Camarões por 1 a 0 nesta quinta-feira (24). Embolo fez o único gol do jogo no estádio Al Janoub, porém, a atuação dos suíços não foi empolgante. A equipe europeia, considerada favorita na partida, jogou muito pouco no primeiro tempo e só despertou no período final – quando saiu o gol, com assistência de Shaqiri. Camarões surpreendeu em parte do confronto e perdeu algumas oportunidades, a ponto de o goleiro Sommer ser eleito o melhor em campo.

O primeiro gol da Suíça na Copa do Mundo teve uma ironia que ilustra bem a alta globalizações do futebol mundial. O autor foi o atacante Embolo, nascido… em Camarões. Ao marcar o gol contra seu país de nascimento (algo inédito na história das Copas), o jogador não comemorou. Ficou parado e foi abraçado pelos colegas. Ele é um dos três atletas do elenco suíço que vieram ao mundo fora do país – o goleiro Kohn é alemão, e o meia Shaqiri é do Kosovo. Outros 11 jogadores têm mãe, pai ou ambos nascidos fora da Suíça.

Uruguai e Coreia do Sul fazem jogo sem brilho

Federico Valverde, meia do Real Madrid, foi o melhor jogador uruguaio no duelo contra a Coreia do Sul (Foto: Tenfield)
Federico Valverde, meia do Real Madrid, foi o melhor jogador uruguaio no duelo contra a Coreia do Sul (Foto: Tenfield)

O placar de 0 a 0 reflete bem o que foi a partida disputada entre Uruguai e Coreia do Sul no Estádio Cidade da Educação na abertura do Grupo H da Copa do Mundo no Catar. Os uruguaios ainda mandaram duas bolas na trave, mas em nenhum momento mostraram um futebol empolgante. Valeu pela garra celeste e pela boa atuação de Federico Valverde, meia do Real Madrid, que colocou uma bola na trave. O craque coreano Heung-Min Son assustou com um tiro de fora da área que passou perto da meta do goleiro Rochet. De Arrascaeta, craque do Flamengo, não entrou em campo, passando o jogo todo no banco de reservas.

As duas equipes voltam a campo na próxima segunda-feira (28). O Uruguai terá um duro duelo contra Portugal, no Estádio de Lusail e a Coreia do Sul enfrentará Gana novamente no Cidade da Educação.

Portugal vence na estreia e CR7 faz história

Cristiano Ronaldo se tornou o primeiro jogador profissional a amarcar gols em cinco edições consecutivas de Copa do Mundo (Foto: FIFA)
Cristiano Ronaldo se tornou o primeiro jogador profissional a amarcar gols em cinco edições consecutivas de Copa do Mundo (Foto: FIFA)

Com cinco gols no segundo tempo, Portugal venceu Gana por 3 a 2 nesta quinta-feira (24), no estádio 974, em Doha, na estreia da fase de grupos na Copa do Mundo do Catar. Cristiano Ronaldo abriu o placar de pênalti, aos 19 minutos da segunda etapa, e se tornou se tornou o primeiro atleta na história do torneio a anotar gols em cinco edições diferentes.

Após o gol, a partida ganhou ares de emoção e muita movimentação. André Ayew empatou para Gana, aos 27. Cinco minutos depois, João Félix colocou Portugal novamente à frente, e Rafael Leão aumentou a vantagem. Aos 43 minutos, Bukari deu nova esperança para os ganeses, após aproveitar cruzamento de Baba e diminuir de cabeça. Mas terminou assim: vitória portuguesa por 3 a 2 na estreia e liderança do Grupo H.

O primeiro gol de Portugal entrou para a história das Copas do Mundo. De pênalti, Cristiano Ronaldo se tornou o primeiro atleta a anotar pelo menos um gol em cinco edições diferentes do torneio. CR7 bateu com força no canto direito de Ati Zigi, que até pulou para o canto certo, mas não conseguiu defender.

André Ayew foi o responsável pelo primeiro gol de uma seleção africana na Copa do Mundo do Catar. As seleções de Senegal, Tunísia, Marrocos e Camarões, todas do mesmo continente, passaram em branco. Depois, Bukari marcou o segundo de Gana na partida, mas, apesar dos dois gols, Gana não conseguiu vencer a partida e acabou superada por Portugal por 3 a 2.