Símbolo de superação, maestro João Carlos Martins é destaque no jantar de gala da BACCF

Maestro participou de evento online que celebrou a Independência do Brasil e consolidou um novo formato na agenda da BACCF durante a pandemia

0
1989
Maestro performou o hino nacional brasileiro usando luvas biônicas (Foto: Instagram)
Martins tocou o Hino Nacional Brasileiro usando luvas biônicas (Foto: Instagram)

DA REDAÇÃO – Este ano, as comemorações da Independência do Brasil nos Estados Unidos não reuniram a comunidade brasileira nas festividades patrióticas e culturais que geralmente tomam as ruas das cidades americanas.

Por causa da pandemia de covid-19, todos os eventos foram cancelados ou transferidos para o ambiente virtual. O tradicional jantar da Independência promovido anualmente pela Brazilian-American Chamber of Commerce of Florida (BACCF) – o Independence Gala Dinner – foi um destes eventos realizados de maneira diferente.

No dia 24 de setembro, membros da BACCF e convidados vestiram-se de gala e sentaram-se diante da tela para assistir ao maestro João Carlos Martins executar o Hino Nacional Brasileiro. O renomado pianista usava luvas biônicas que o ajudaram a superar a dor causada por uma atrofia nos dedos. Começava o Virtual Gala 2020.

A apresentação do maestro, acompanhado pelo tenor Thiago Arancam, deu exemplo de adaptação e criatividade diante do processo de mudanças ao qual o mundo todo está submetido. E trouxe uma mensagem única a todos os presentes: o show tem que continuar. “Nosso evento reuniu mentes criativas, em um formato novo”, disse Guilherme Gatti, presidente da BACCF. 

Segundo Guilherme, a pandemia de covid-19 exigiu uma reelaboração de todo o plano de trabalho da instituição, que realiza cerca de 50 eventos presenciais por ano para promover o intercâmbio de experiências no comércio bilateral Brasil-EUA.

Ele explicou que desde março toda produção de conteúdo foi editada para o meio online e atividades virtuais, como Open Mic, que abre espaço para os afiliados relatarem suas experiências nos negócios, foram criadas. “Dentre todos os webinares realizados pela BACCF, já temos um relatório de mais de mil participantes”, disse Guilherme.

O executivo também mencionou as rodadas de seminário Leadership Series que reúne profissionais de áreas como marketing, jurídico, financeira e recurso humanos, para comentar o mercado de negócios nos EUA. “Tem sido um ano difícil, mas inesquecível por todo o nosso esforço” concluiu Guilherme, que também é vice-presidente de Customer Experience Operations da FedEx.

O cônsul-geral do Brasil em Miami, João Mendes, também participou do evento.

O presidente da BACCF, Guilherme Gatti, o consul-geral do Brasil em Miami, João Mendes e a ex-presidente da BACCF, Marilyn Blanco Reyes
O presidente da BACCF, Guilherme Gatti, a ex-presidente da BACCF, Marilyn Blanco Reyes e o cônsul-geral do Brasil em Miami, João Mendes interagem durante o Independence Gala Virtual Dinner da Brazilian-American Chamber of Commerce of Florida

Brasileiros são homenageados pela contribuição à comunidade durante a pandemia

Durante o Gala Virtual Dinner, a BACCF reconheceu iniciativas de brasileiros que contribuíram para diminuir os impactos nocivos da pandemia, tanto no Brasil como nos EUA. Quatro personalidade com diferentes perfis receberam o CSR Award:

Celso Athayde, com o projeto Mãe das Favelas. O projeto oferece apoio às mães solo moradoras de favelas de 17 estados e do Distrito Federal, que estão sendo fortemente atingidas pela recessão econômica provocada pela pandemia. O projeto provém alimentos, remédios e gás para garantir a sobrevivência das mulheres e filhos durante este período.

Dra. Tanira Ferreira – Reconhecida pelo seu trabalho na linha de frente no combate à covid-19 em Miami, Tanira é médica especialista em doenças pulmonares e professora associada na University of Miami Miller School of Medicine. Formou-se com louvor em 1991, tendo mais de duas décadas de experiência, principalmente em terapias intensivas.

Marcos Brasil Azevedo – Conhecido como Marquinhos, o brasileiro que mora em Pompano Beach distribuiu marmitas para a comunidade durante a pandemia, ajudando a alimentar 150 pessoas. Mesmo que seu próprio negócio estava em dificuldades econômicas causadas pela queda nas vendas, o brasileiro deu exemplo de superação e solidariedade em tempos difíceis.

Pastor Silair Almeida, da Primeira Igreja Batista da Florida – Líder foi destaque pelo trabalho de distribuição de alimentos para a comunidade carente do sul da Flórida desde o início da pandemia, em fevereiro. A ação social já alcançou mais de 80 mil pessoas em 7 meses ininterruptos de voluntariado. “Para nós foi uma honra receber este prêmio da Câmara de Comércio mais relevante da Flórida. O prêmio é dedicado a todos os voluntários que trabalharam juntos por esta causa”, disse o pastor.