Sobe para 17 o número de mortos pelo furacão Irma

Boletim das 11 da manhã mostra que furacão perdeu força e segue para a Flórida em categoria 4; Sul da FL sob alerta de emergência

0
3890
Boletim das 11am do NHC
Boletim das 11am do NHC

O furacão Irma, que atinge a região do Caribe desde quarta-feira (6), com ventos de até 180mph deixou um rastro de destruição, ao menos 17 mortos e milhares de pessoas desabrigadas.

O boletim das 11 da manhã do National Hurricane Center (NHC) mostra que Irma sustenta ventos de 150mph, com velocidade de 14mph (um pouco mais lento) e a 405 milhas do sul de Miami. A expectativa é que Irma atinja o Sul da Flórida na madrugada de domingo (10).

A previsão é que a tempestade atinja Cuba entre as tardes de sexta (8) e sábado (9), antes de chegar no domingo (10) à Flórida, em estado de emergência desde segunda (4).

Na quinta-feira (7), o fenômeno passou pelo nordeste da República Dominicana antes de chegar ao arquipélago britânico de Turks e Caicos, onde estava por volta das 21h em Brasília. Irma, porém, não tocou o Haiti, que divide a ilha Espanhola com os dominicanos.

O ministro do Interior da França, Gérard Collomb, atualizou na manhã desta sexta-feira (8) para nove o número de mortos nas ilhas de St. Martin e St. Barts. Na véspera, o primeiro-ministro francês Édouard Philippe havia confirmado quatro mortos e 50 feridos.

As autoridades dizem que o número de vítimas fatais pode aumentar, pois as equipes de resgate ainda não tiveram uma visão completa dos estragos. O ministro do Interior da Holanda, Ronald Plasterk, afirmou que houve saques na parte holandesa de St. Martin, onde ao menos uma pessoa morreu, e que 50 policiais seriam deslocados do território de Curaçao, também no Caribe. (Com informações da FolhaPress).

Irma causa destruição por onde passa
Irma causa destruição por onde passa