Sobe para 23 o número de mortos em incêndios florestais na Califórnia

Incêndios já destruíram 3,5 mil construções e área equivalente a 46 mil campos de futebol. Mais de 600 pessoas estão desaparecidas

0
2156
Moradores tentam recuperar documentos em casa destruída pelo fogo FOTO REUTERS
Moradores tentam recuperar documentos em casa destruída pelo fogo FOTO REUTERS

Bombeiros da Califórnia trabalham dia e noite para combater os incêndios florestais na região de vinícolas, que já mataram 23 pessoas. Cerca de 600 pessoas estão desaparecidas e mais de  3,5 mil casas e negócios foram destruídos pelas chamas, em uma área equivalente a 46 mil campos de futebol. As informações são da Reuters.

O presidente Donald Trump declarou estado de desastre e liberou recursos federais para ajudar no combate aos incêndios.

“O vento forte e o vento seco podem causar novos incêndios que podem crescer exponencialmente, como esses em tão curto período de tempo”, disse Lynne Tolmachoff, porta-voz do Departamento de Floresta e Proteção contra Incêndios da Califórnia.

Ainda de acordo com Tolmachoff, a ordem de esvaziamento foi removida em alguns condados de Nevada e Yuba, e reforçada perto de Sonoma e Napa.

O hospital regional de Santa Rosa foi evacuado, segundo seu site. “Todos os pacientes estão seguros e foram levados para outros hospitais”, afirmou. “Devido às ruas impedidas, as instalações atualmente estão inacessíveis”, explicou o hospital.

Os incêndios também causaram o fechamento de vias e estradas locais e muita gente foi obrigada a fugir a pé.

Bairros inteiros foram reduzidos a cinzas. De acordo com a France Presse, vários veículos queimados permanecem nas ruas de Santa Rosa, cidade situada 90 km ao norte de San Francisco, onde uma lanchonete McDonalds e um supermercado K-Mart estão completamente destruídos.

Em um bar, apenas algumas garrafas sobreviveram, de forma surpreendente. Muitos postes da rede elétrica foram danificados e os cabos caíram.

Ao longo da estrada 101, que vem de San Francisco, dois hotéis de alto padrão estão completamente destruídos. Sobre uma colina totalmente enegrecida, resta apenas o letreiro do Hilton sobre um muro de pedras. O prédio do hotel está totalmente destruído.

Os incêndios afetam especialmente as indústrias de vinho e turística da Califórnia, já que Napa Valley e Sonoma Valley, duas das regiões mais atingidas, respondem pela produção de 13% da bebida de todo o estado.

Além disso, além das próprias vinícolas, hotéis, restaurantes e empresas que organizam visitas aos locais de produção dos vinhos também estão sendo destruídos pelas chamas. O turismo movimenta cerca de  $55 bilhões por ano na Califórnia e até mesmo a visitação de parques da Disney pode ser afetada pelos incêndios.