Solicitantes de asilo mandados para o México para aguardar por audiência terão segunda chance

Homeland Security informa que vai reavaliar os casos de imigrantes que, devido à uma política implementada por Trump em 2019, tiveram de esperar no México por audiência

0
709
Fronteira dos EUA com o México (Foto: KSAT)
Fronteira dos EUA com o México (Foto: KSAT)

DA REDAÇÃO – Solicitantes de asilo que estão aguardando no México por audiências imigratórias terão seus casos reavaliados pelo governo. Cerca de 35 mil solicitantes de asilo aguardam hoje no México uma resolução sobre seu caso imigratório, graças à política denominada Migrant Protection Protocols (MPP), que foi encerrada por Biden no dia 1 de junho. 

De acordo com o Departamento de Homeland Security (DHS), os imigrantes nessa situação terão que preencher um formulário para tentar uma nova chance. Aqueles que tiveram casos negados por não terem comparecido à audiência também poderão se registrar. 

Em nota, o DHS disse que a medida é parte do esforço do governo em restaurar e organizar o sistema imigratório. “O DHS vai expandir o grupo de indivíduos inscritos no MPP e que são elegíveis para ter os casos processados dentro dos EUA”, informou o órgão. “Vamos avaliar esses casos e checar os processos pendentes”.

O ex-presidente Trump implementou a política do “Fique no México” em 2019, forçando imigrantes solicitantes de asilo a aguardar no país vizinho pela conclusão do seu caso. Na época, mais de 60 mil pessoas foram mandadas para o México. (Com informações no The Hill).