Suprema Corte autoriza Pennsylvania e North Carolina a contarem votos entregues após o dia 3

No entendimento dos magistrados, os votos podem ser contabilizados, no caso da Pennsylvania até três dias após o encerramento das votações, e em North Carolina até nove dias depois

0
1007
Foram encontradas 48 correspondências eleitorais não entregues (foto: wikimedia)
Foram encontradas 48 correspondências eleitorais não entregues (foto: wikimedia)

A Suprema Corte deu ganho de causa aos Democratas nos estados da Pennsylvania e North Carolina, contrariando uma medida apresentada pelos Republicanos que tentava impedir a contagem de votos chegados pelos correios após o dia 3 de novembro.

No entendimento dos magistrados, os votos podem ser contabilizados, no caso da Pennsylvania até três dias após o encerramento das votações, e em North Carolina até nove dias depois. Para serem consideradas, as cédulas de votação precisam conter um carimbo confirmando que foram enviadas antes de 3 de novembro.

Mas isso ainda não é o fim da briga eleitoral sobre os votos enviados pelas vias postais.

As decisões sobre Pennsylvania e North Carolina Pensilvânia ocorreram um dia depois que um Tribunal rejeitou um apelo dos Democratas para permitir que as cédulas por correio em Wisconsin fossem aceitas três dias após o fim das eleições.

Já em Minnesota, a campanha de Donald Trump entrou com uma ação contra o secretário de estado, Steve Simon, do partido Democrata, pedindo a suspensão da medida que autoriza a contagem dos votos até sete dias após a próxima terça-feira. Mas o secretário conseguiu manter a contagem estendida, por enquanto.

A Flórida, até o momento, não aceitará nenhuma cédula recebida após o dia 3 de novembro.