Surto de salmonela em cebolas se expande para 95% dos estados americanos

Mais recalls foram feitos no Walmart, Kroger, Publix e Giant Eagle.

0
2314
O recall inclui os tipos de cebola branca, roxa e amarela; além da variedade sweet onion (foto:pikist)
O recall inclui os tipos de cebola branca, roxa e amarela; além da variedade sweet onion (foto:pikist)

O surto de Salmonella Newport ligado à cebola se expandiu para um dos maiores nos últimos anos, com 640 pessoas doentes em 43 dos 50 estados americanos, segundo a atualização mais recente do Centers for Disease Control and Prevention (CDC).

As redes Walmart, Publix, Kroger e Giant Eagle já foram advertidas sobre a retirada dos produtos de circulação.

O recall inicial do CDC emitido semana passada, alertou para a contaminação do legume da marca Thomson International, Inc., que inclui os tipos branca, roxa e amarela; além da variedade sweet onion ( cebola doce).

Mas à medida que o surto se expande para quase todos os estados americanos, aumenta o número de marcas contaminadas com a bactéria.

Os rótulos Thomson Premium; TLC Thomson International; Tender Loving Care; El Competitor; Hartley’s Best; Onions 52; Majestic; Imperial Fresh; Kroger; Utah Onions e Food Lion foram adicionados à lista do recall.


Outros produtos vendidos nos supermercados que contém as cebolas sob recall, como saladas prontas e misturas de vegetais, também devem ser recolhidos. 

“Em casa, verifique sua geladeira e cozinha para ver se há cebolas ou alimentos dessas marcas, como saladas, wraps, tacos, sanduíches, etc. Verifique a embalagem ou procure um adesivo na cebola para ver se é da Thomson International, Inc. ou uma das marcas abaixo. Se for, não coma. E caso você não identifique a origem do legume, também não se arrisque. Jogue fora”, diz o CDC em nota.

Contaminação por Salmonella

A maioria das pessoas infectadas com Salmonella desenvolve diarreia, febre e cólicas estomacais. A doença geralmente dura de 4 a 7 dias e a maioria das pessoas se recupera sem precisar ser hospitalizada.

Mas em alguns casos, a infecção apresenta uma forma mais severa, em que o paciente precisará de tratamentos médicos. Crianças menores de 5 anos, adultos com 65 anos ou mais e pessoas com sistema imunológico enfraquecido têm maior probabilidade de ter a forma grave da doença.

Para obter mais informações sobre a contaminação por Salmonella clique aqui.