Tarifas de energia elétrica na Flórida ficarão mais caras em 2022

Aumento será o primeiro desde 2016 e vai gerar um acréscimo de $692 milhões no caixa da FPL

0
809
Empresa pretende instalar 30 milhões de painéis solares no estado (foto: NBC6)

A partir do ano que vem as tarifas de energia elétrica ficarão mais caras na Flórida de acordo com anúncio feito pela Florida Power and Light (FPL), na terça-feira (10), após um reunião com as organizações Florida Office of Public Counsel, Florida Retail Federation, Florida Industrial Power Users Group e Southern Alliance for Clean Energy.

Um acordo com essas empresas fez com que a FPL reavaliasse seus planos de reajuste e estabelecesse um acréscimo de $ 6,08 nas contas enviadas mensalmente às residências dos consumidores a partir de 5 de janeiro der 2022, que será cobrado como taxa básica de manutenção.

Em março passado, a companhia havia informado que o aumento seria conforme o consumo, podendo chegar a até 17% do montante total da conta.

“Este acordo é uma grande vitória para todos os 5,6 milhões de clientes da FPL e nosso estado, e demonstra o que pode ser alcançado por meio de um processo colaborativo”, disse o presidente e CEO da FPL, Eric Silagy.

Esta será a primeira atualização da tabela de preços da FPL desde 2016 e, segundo a companhia que tem sede em Juno Beach, irá gerar um incremento de $692 milhões no caixa da empresa. Dinheiro que será investido em energia solar e outros projetos de promoção da sutentabilidade.

Até o ano 2030,  empresa tem uma meta de instalar 30 milhões de painéis solares na Flórida até 2030.