Tatuadores brasileiros estão entre os mais conceituados do sul da Flórida

Com estilos distintos, eles já receberam troféus e prêmios como os melhores da Flórida

0
17875
Os brasileiros Juliano Torres (em pé) e Apollo Busato
Os brasileiros Juliano Torres (em pé) e Apollo Busato

CONTEÚDO PATROCINADO – A tatuagem está entre as formas de arte mais antigas e onipresentes na humanidade. Por mais de cinco mil anos, culturas de todos os continentes colocaram tintas permanentes em seus corpos — como defesas místicas, símbolos de status, ritos de passagem ou simplesmente como decoração pessoal. Hoje em dia quase todo mundo tem uma tatuagem, nem que seja em um local bem escondido.

Se você vive no sul da Flórida, sempre sonhou em ter uma tatuagem, mas ainda não teve coragem por ter um pouco de medo de conversar com um americano sobre o assunto, os brasileiros Apollo Busato e Juliano Torres podem te ajudar. Os artistas têm talento de sobra e, por falarem português, deixam seus clientes brasileiros mais à vontade.  “Nós atendemos muitos brasileiros por aqui. Eles preferem um tatuador que fale a mesma língua, que consiga entender seus anseios, suas vontades”, disseram.

Tatuadores prestigiados no Brasil e na Flórida, os dois já receberam vários prêmios em suas respectivas categorias. Natural de Vitória (ES), Apollo Busato vive nos EUA há 20 anos e trabalha há nove com tatuagens. Seu estilo é o chamado old school, mais tradicional, com uso do preto, cinza e cores. Busato trabalha para o estúdio “A Stroke of Genius Tattoo” (285 East Palmetto Park Rd. em Boca Raton).  Ele já ganhou o 1º lugar em tatuagem tradicional no Tatoolapalooza, em Miami, e o segundo lugar no Ink Mania, em Fort Lauderdale. No South Florida Tattoo ele foi o melhor em sua categoria, em concurso realizado em Coral Springs (FL).

Já Juliano Torres, natural de Porto Alegre (RS), está há apenas 10 meses na Flórida, e trouxe toda a sua bagagem como tatuador do Brasil para Fort Lauderdale. O tatuador tem 14 anos de experiência e já foi  premiado em alguns dos maiores eventos de tattoo da América Latina, além dos daqui da Flórida.

Seu estilo é a tatuagem polinésia – caracterizada por desenhos geométricos elaborados e com significados diversos – e ele trabalha no estúdio “Bad Habits Tatoo” (4342 N Federal Hwy, Fort Lauderdale, FL 33308). Na Flórida, Juliano ganhou dois prêmios, concorrendo com tatuadores de renome. O primeiro foi o INK Mania Expo 2016 disputado em Fort Lauderdale, e o outro foi o 21º South Florida Tattoo Expo, na categoria Best Polynesian.

Em comum, além dos troféus e a amizade que fizeram em um concurso para tatuadores, Juliano e Apollo adoram desenhar desde pequenos, têm traços exclusivos, feitos à mão livre e procuram entender o que o cliente quer. “Quando o cliente chega ao estúdio, faço uma consulta para entender com mais clareza o que o cliente quer, para fazer um desenho único”, afirmou Apollo.

Brasileiro aprovou a tattoo

Muito mais que um desenhista, o tatuador tem que conseguir entender o que o cliente quer. A pessoa passa horas no estúdio e é importante que o tatuador converse e crie uma ‘intimidade’ com quem está marcando a pele para sempre. O paulistano Luiz Fernando Ribeiro, por exemplo, só criou coragem de fazer uma tatuagem polinésia no braço direito quando encontrou Juliano Torres. “Eu cheguei a ir a outros estúdios de americanos, mas os achava sempre muito frios. Falavam o preço e pronto, eu não sentia confiança. Quando encontrei o Juliano, ele me deixou confortável e o resultado foi sensacional, além de o preço ter sido bem acessível”, disse.

Para contato com os tatuadores via Instagram: @apollotattooer e @julianotattoo ou pelos telefones: (561) 859-8361 e (954) 534-0197.