Técnico Roger Machado é demitido do Atlético-MG

Derrota em casa para o Bahia por 2 a 0 foi a gota d’água

0
1499
Roger Machado foi contratado pelo Atlético em novembro do ano passado. Após o Galo perder por 3 a 1 para o Grêmio
Roger Machado foi contratado pelo Atlético em novembro do ano passado. Após o Galo perder por 3 a 1 para o Grêmio

DA REDAÇÃO – Depois de seis meses e meio e 43 partidas disputadas, chegou ao fim a passagem do técnico Roger Machado pelo Atlético-MG. A decisão foi anunciada pela diretoria do clube na quinta-feira (20), poucas horas após a derrota para o Bahia, por 2 a 0, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Independência, em Belo Horizonte.  Foi a quarta derrota da equipe alvinegra em oito partidas como mandante.

Roger Machado foi contratado pelo Atlético em novembro do ano passado. Após o Galo perder por 3 a 1 para o Grêmio, na primeira partida da final da Copa do Brasil, o técnico Marcelo Oliveira caiu e Roger acertou por dois anos, para iniciar o trabalho em janeiro de 2017.

Desde que chegou à Cidade do Galo, Roger Machado sempre esteve bastante pressionado, por causa da expectativa criada para a temporada. Em campo o time jamais rendeu o esperado e, mesmo com bons resultados, durante o Mineiro e a fase de grupos da Copa Libertadores, o trabalho do treinador já era muito questionado por parte da torcida. O título mineiro, conquistado sobre o Cruzeiro, deu um momento de paz para Roger e toda a comissão técnica. Tranquilidade que acabou após as primeiras partidas do Campeonato Brasileiro, com o Atlético passando duas rodadas dentro da zona de rebaixamento e cada vez mais longe do líder Corinthians.

Curiosamente, na coletiva de imprensa após a derrota para o Bahia, Roger chegou a declarar que a diretoria mostrava confiança em seu trabalho. Sem saber que seria demitido algumas horas depois, Roger também falou sobre a cobrança pela campanha ruim do Atlético no Brasileirão. “A responsabilidade de todo o trabalho é minha, a pressão é natural do trabalho, ainda mais com o insucesso principalmente dentro de casa. Não foi a primeira vez e nem a última que fui vaiado”, disse o treinador, que foi bastante xingado pela torcida após o segundo gol do Bahia.

Nas 43 vezes que Roger comandou o Atlético o time venceu 23 vezes, empatou nove e foi derrotado em 11 oportunidades, com 74 gols marcados e 41 sofridos. O grande momento sob o comando do treinador foi a conquista do Campeonato Mineiro, batendo o Cruzeiro na final. Empate sem gols no primeiro jogo, no Mineirão, e triunfo por 2 a 1, na partida decisiva, disputada no Independência.