Tempestade atinge Califórnia e estado bate recorde de neve

0
1628
Este já é o dezembro com maior volume de neve, segundo a série histórica da região (foto: UCB)

Uma forte tempestade atingiu o norte da Califórnia, que em 24 horas já acumulou quase um metro de neve na parte central da Sierra Nevada. Este já é o dezembro com maior volume de neve, segundo a série histórica da região. A tempestade derrubou árvores e cabos de energia elétrica, deixando milhares de pessoas sem eletricidade, informou a companhia Pacific Gas & Electric. Também bloqueou várias seções das estradas nesta região perto do lago Tahoe, um importante destino turístico. A área acumula 492 centímetros de neve em dezembro, marca que supera o recorde para este mês (455 centímetros em 1970), informou o Laboratório de Neve da região central de Sierra Nevada da Universidade de Berkeley. “Definitivamente, não esperamos um inverno úmido”, disse Andrew Schwartz, cientista do laboratório, à AFP. “Acontece que este ano acabamos com muito mais neve do que esperávamos, o que é uma surpresa agradável, é claro”, acrescentou.

A costa oeste dos EUA viveu anos de seca, deixando partes da Califórnia ressecadas e vulneráveis às chamas em temporadas de incêndios cada vez mais vorazes. Schwartz explicou que, embora “pareça que o oeste dos Estados Unidos está recebendo um pouco de ajuda”, é muito cedo para dizer que a neve aliviará a seca. Os serviços meteorológicos preveem mais neve e chuva para a região, assim como para o estado de Oregon, ao norte da Califórnia. Mais ao norte, em Seattle, a nevasca incessante forçou o cancelamento de quase 300 voos e atrasou outros 350 nas últimas horas, afetando milhares de passageiros no aeroporto Internacional de Seattle-Tacoma.

Enquanto a neve causa estragos na costa oeste, o calor bateu recordes no outro extremo do mapa. No sábado, os termômetro atingiram 34º C em Rio Grande Village, no Texas, registrando o Natal mais quente dos Estados Unidos. Com informações AFP