Tempestade de areia encobre cidades no interior de São Paulo e Minas Gerais

Fenômeno pouco comum no Brasil foi favorecido pelo clima quente e seco; moradores relataram dificuldade para respirar e disseram que o 'dia virou noite'

0
982
Moradores relataram dificuldade para respirar devido à nuvem de poeira (foto: Reprodução Redes Sociais)

Uma enorme tempestade de areia encobriu os municípios paulistas de Presidente Prudente, Jales, Araçatuba, Franca, Barretos e algumas cidades do triângulo mineiro.

O fenômeno aconteceu na tarde deste domingo (26) e, segundo publicaram moradores destas cidades nas redes sociais, transformou o dia em noite. Eles também relataram dificuldade para respirar devido à nuvem de poeira.

Andrea Ramos,  meteorologista do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), disse à Agência Brasil que o evento foi causado pelo clima seco e baixa umidade que a região atravessa. “A rajada de vento favoreceu a expulsão da poeira do chão, a onda quente favoreceu o aquecimento, com umidades abaixo de 20%”, disse.

Em Ribeirão Preto, a velocidade dos ventos chegou a 92 quilômetros por hora (km/h) e arrastou uma pequena aeronave que estava pousada no pátio do aeroporto local. Também houve transtorno no trânsito e comerciantes tiveram que fechar as lojas.

A meteorologista informou que não há previsão de que a tempestade se repita nos próximos dias. “Para os próximos dias a previsão é de chuva, principalmente em outubro, considerado um mês chuvoso, não haverá ambiente que favoreça esse fenômeno novamente”, reforçou Andrea.

Tempestades de areia são mais comuns em países da Ásia e também no sudoeste dos EUA, onde são conhecidas como haboobs.