Tempestade Erika mata ao menos três em Dominica, no Caribe

Vítimas morreram em deslizamento; quatro pessoas estão desaparecidas

0
1609

DA REDAÇÃO (com G1) – A segunda tempestade tropical em uma semana, Erika, está causando estragos por onde passa. Na tarde da quinta-feira (27) a tempestade deixou pelo menos três mortos e quatro pessoas estão desaparecidas na ilha caribenha de Dominica, enquanto avança em direção a Porto Rico e à ilha de Santo Domingo, em estado de alerta para ventos fortes e chuvas. Meteorologistas afirmam que não há como prever se Erika irá atingir o sul da Flórida, nem qual será sua intensidade.

Os corpos de um adulto e de duas crianças foram resgatados de um deslizamento de terra na cidade de Good Hope, em Dominica, noticiou o jornal “TheDominican.net”, que informou sobre fortes chuvas e inundações que deixaram pelo menos outros quatro desaparecidos.

Fotos publicadas por meios de comunicação locais mostravam cenas de inundações, como no caso do aeroporto de Canefield, perto de Rousseau, capital da pequena ex-colônia britânica, onde um verdadeiro rio corria pela pista.

Erika perdeu força e tinha ventos de 75 km por hora quando se localizava 255 km a oeste da ilha de Guadalupe, segundo o National Hurricane Center (NHC), com sede em Miami. “O olho de Erika passará perto das Ilhas Virgens, sobre ou perto de Porto Rico durante a noite e perto ou sobre a República Dominicana na sexta-feira”, indicou o NHC.

Porto Rico, as Ilhas Virgens e grande parte das Antilhas Menores no Caribe mantiveram o alerta de tempestade tropical, enquanto a República Dominicana e o Haiti (que dividem a ilha de Santo Domingo ou Hispaniola), para onde a tempestade se dirigirá em breve, também advertiram suas populações contra possíveis chuvas fortes e ondas.

Todas estas ilhas podem receber chuvas entre 100 e 200 milímetros, mas o NHC advertiu que algumas áreas podem registrar até 300 milímetros.

Como medida de precaução, as autoridades de Porto Rico, um estado livre associado aos Estados Unidos, suspenderam as aulas e atividades em escolas e universidades no leste, bem como o transporte marítimo.

O que a Flórida pode esperar
De acordo com os meteorologistas, ainda é cedo para prever com certeza de que forma a Flórida será atingida. Se ela continuar na mesma rota, Erika poderá trazer chuvas e tempestades para a costa leste do estado entre domingo (30) e a terça-feira (1). Se a tempestade se deslocar, pode ser que a Flórida veja poucos vestígios de Erika.

De acordo com os mais recentes modelos do NHC, após passar pelo norte de Santo Domingo, Erika atingirá as Bahamas no fim de semana e poderia se tornar um furacão no início da próxima semana ao largo da costa da Flórida.

Em meio à incerteza sobre se chegará à Flórida, o estado adotou planos de emergência e pediu às pessoas para se prepararem. Danny, o primeiro e único furacão da atual temporada do Atlântico, dissipou-se na segunda-feira ao chegar ao Caribe.

O que fazer em caso de furacão
• Prepare um “kit” de emergência (veja abaixo o que incluir no “kit”);
• Verifique, com antecedência, a validade e a cobertura da sua apólice de seguro;
• Combine antecipadamente com familiares e amigos que vivam em outras áreas da cidade a possibilidade de hospedagem, na hipótese de sua residência estar localizada em região de evacuação (www.floridadisaster.org/publicmapping/ ou http://gisweb.miamidade.gov/communityservices);
• Tenha sempre registrado um número de telefone de fora do Estado da Flórida, para comunicação com amigos e familiares;
• Acompanhe permanentemente os noticiários locais ou registre-se para receber alertas sobre furacões ou tempestades tropicais;
• Obedeça fielmente às instruções dos órgãos oficiais, transmitidas via rádio/TV/jornais/internet;
• Mantenha sua família informada de todos os acontecimentos e instruções;
• Em caso de alerta de furacão, mantenha dinheiro e documentos acondicionados em bolsas ou embrulhos de plástico, para evitar que sejam danificados por excesso de umidade;
• Em caso de alertas de furacão, mantenha cheia d’água a banheira e outros recipientes de grande volume para uso comedido durante e após a tempestade;
• Cumpra as determinações de evacuação;
• Informe-se antecipadamente sobre os abrigos públicos mais próximos de sua casa, por meio da página http://floridadisaster.org/shelters/;
• Providencie, com antecedência, um lugar para deixar os animais domésticos (animais domésticos não são permitidos nos abrigos);
• Apare as árvores de sua propriedade;
• Mantenha sempre cheio o tanque de combustível do seu veículo;
• Não instale geradores dentro de sua residência ou em lugar sem ventilação, pois há perigo de explosão, emissão de gás carbônico, entre outros; e
• Retire todo o lixo da residência e do jardim.

Fonte: Consulado-Geral do Brasil em Miami