Temporada de furacões vai ser acima da média, afirma NOAA

Previsão é de formação de 6 a 10 furacões e 14 a 21 tempestades com nomes

0
1806
f09403603a54f1009621072a87f48f0c
Imagem de satélite mostra o furacão Eta (foto: NOAA)

A temporada oficial de furacões começa no dia 1 de junho e, segundo o National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA), vai ser intensa. O órgão ambiental informou nesta terça-feira (24) que a previsão é que 14 e 21 tempestades com nomes se formem, entre 6 e 10 furacões e, desses furacões, três de intensidade 3 ou mais alta.

Cientistas da Universidade do Colorado também preveem uma temporada agitada no oceano Atlântico. Esse estudo indicou que, durante toda a temporada que vai até 30 de novembro, a costa dos EUA será atingida por 19 tempestades nomeadas e nove furacões, sendo quatro de categoria 3 ou superior. Uma temporada considerada média normalmente tem 14 tempestades nomeadas, cerca de sete furacões e três grandes furacões.

Distúrbios meteorológicos com ventos acima de 39 milhas por hora são considerados tempestades tropicais. Se os ventos chegarem a 74 milhas por hora, a tempestade vira furacão. Ventos acima de 111 mph são considerados furacões de maior intensidade.

Na semana passada, o presidente Joe Biden fez um alerta sobre a chegada da temporada de furacões. “Vai ser novamente uma temporada difícil”.

Biden enfatizou que o governo está preparado para responder rapidamente a possíveis desastres. “Nós sabemos que furacões vão vir em nossa direção este ano. As condições climáticas estão ficando mais extremas a cada temporada”, disse o presidente depois de encontro com agentes do Federal Emergency Management Agency (FEMA).