The Breakers: Luxo, história e sofisticação em Palm Beach

O modo mais fácil de tentar passar uma ideia para os brasileiros do que seja o The Breakers, legendário hotel e resort americano de Palm Beach, na Flórida, é compará-lo ao Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. Assim como o famoso hotel carioca, o ultra luxuoso The Breakers é cheio de história e tradição, atributos que há décadas atraem artistas, milionários, celebridades e políticos para suas deslumbrantes suítes à beira-mar.

20245
͍ 

Luxo em Palm Beach

Situado em plena ilha de Palm Beach, numa região com uma das maiores rendas per capita dos Estados Unidos, o hotel é um dos mais tradicionais do país. Foi fundado por ninguém menos que o lendário Henry Flagler, magnata do petróleo dos séculos 19 e começo do 20 que, entre outros empreendimentos na Flórida, construiu a ferrovia que corta o estado de norte a sul, de Jacksonville a Key West, semeando hotéis ao longo da linha. Nossa reportagem passou dois dias aproveitando um pouco do muito que o The Breakers tem a oferecer para os seus hóspedes. Logo à nossa chegada, perguntamos a Ann Margo Peart, relações públicas do hotel que nos recebeu, com que outro hotel da Flórida ela poderia comparar o The Breakers. “Com nenhum,” foi a resposta. “O The Breakers é único em seu gênero” one of a kind. O conjunto de luxo, sofisticação e conforto que ele oferece só pode ser comparado com outros dois hotéis nos Estados Unidos. Mas nenhum deles fica na Flórida, completou Ann Margo. Começava assim a inesquecível experiência de ser hóspede em um dos hotéis mais famosos do mundo.

História

O The Breakers foi fundado por Flagler em 1896, batizado de Palm Beach Inn. A construção original foi destruída por um incêndio, em 1903, e reconstruída no ano seguinte, quando então o hotel passou a se chamar The Breakers, por causa do som do mar quebrando nas areias da praia, ouvido nas suas suítes debruçadas sobre o Atlântico. Em 1925, um novo incêndio atingiu a propriedade, e mais uma vez o hotel foi reconstruído, ganhando enfim em 1926 a forma que preserva até hoje. O conjunto arquitetônico foi inspirado na Villa Medici, em Roma, e o estilo lembra o italiano renascentista, baseado nas magníficas villas italianas do século 15. A entrada principal é ornamentada por um chafariz bem ao estilo florentino, baseado na fonte dos jardins de Boboli, em Florença. O lobby lembra o salão do Palácio Carega, em Gênova, e tapeçarias e obras de arte ornamentam as paredes dos amplos salões de festas. O cuidado com os detalhes durante a construção foi tão grande, que os arquitetos trouxeram da Itália setenta e cinco artesãos, somente para pintar os magníficos afrescos no teto do saguão de entrada e dos salões principais do primeiro andar. Com todo esse luxo, é de se esperar que a lista de hóspedes que já passaram por lá se pareça mais com um verdadeiro who’s who de personagens ilustres na história americana durante a primeira metade do século passado. Gente como os Rockfellers, Vanderbilts, Astors, Andrew Carnegie e J.P. Morgan eram habituées do The Breakers, ao lado de presidentes, nobres europeus, intelectuais e artistas, todos atraídos pelo luxo e sofisticação de seus salões e suítes finamentes decorados.

O hotel

Hoje, o The Breakers preserva a sofisticação e o luxo que fizeram a sua fama, mas agregou modernidade às instalações. O hotel ainda pertence aos descendentes de Henry Flagler, que investiram cerca de $250 milhões durante a década passada, aplicados em melhorias à propriedade, que ocupa uma área de 140 acres na ilha de Palm Beach, cerca de 75 milhas ao norte de Miami. O fato de o hotel pertencer a uma empresa familiar, administrada pelos descendentes de Flagler, faz com que haja um cuidado especial na atenção aos detalhes, como se ele fosse a própria casa dos seus donos. E é uma casa e tanto. O complexo reúne dois campos de golfe, um spa com 20 mil pés de área construída, quase um quilômetro de praia privativa, cinco piscinas, dez quadras de tênis e nove opções de excelentes restaurantes, além de boutiques com produtos exclusivos das mais famosas grifes do planeta. O The Breakers oferece 540 suítes, sendo duas Imperiais e quatro Poinciana Reais. As opções são com vista para o resort ou para o mar. Nossa reportagem ficou num dos quartos de frente para o mar, tão próximo da orla que era possível ouvir as ondas quebrando com força na arrebentação, característica que, como já comentamos, deu o nome ao hotel.

Por conta de sua localização privilegiada, entre as mansões e propriedades milionárias de Palm Beach, o The Breakers é disputado para convenções, recepções e acontecimentos sociais de alto nível. O hotel é capaz de receber desde pequenas festas íntimas, para dez ou vinte convidados, até grandes eventos para mil pessoas, com um total de 65 mil pés quadrados de área disponível, ao ar livre ou nos grandes e ricamente decorados salões. São três soberbos salões de baile e três aconchegantes salas de reuniões para os eventos mais reservados, e ainda um espetacular espaço para convenções, de frente para o mar. O hotel oferece toda infraestrutura necessária para qualquer tipo de evento, de casamentos a grandes convenções e bailes de gala. Para se ter uma ideia do nível das reuniões no The Breakers, é lá onde acontece todos os anos a Cavallino Classic Ferrari Convention, quando amantes da macchina italiana de todo país reúnem-se para exibir ali suas Ferrari de todas as épocas e modelos, num desfile interminável de Cavalinhos Rampantes pelas ruas de Palm Beach.

As diárias variam conforme a época do ano e a localização dentro do resort. Na época em que nossa reportagem esteve no hotel, a diária para a nossa suíte de frente para o mar estava cotada em $1.400, e as mais em conta por volta de $500. Na temporada de verão, de junho a setembro, os preços começam a partir de $289, uma economia de 45% se comparados com os praticados durante o inverno.

Restaurantes

Para acompanhar toda essa sofisticação, é necessária uma gastronomia à altura. Os hóspedes do The Breakers estão muito bem servidos nesse quesito. São nove restaurantes, bares e lounges, com opções que vão da cozinha italiana, no The Italian Restaurant, a especialidades de frutos do mar, no Ocean Grill. Nossa reportagem escolheu jantar no The Flagler Steakhouse, anexo ao campo de golfe, comandado pelo chef Thomas Laimo. O Flagler serve carnes USDA de primeiríssima, com um saboroso e variado cardápio de grelhados.
Para acompanhar, vale uma sugestão do sommelier Juan Gomez, que atende a uma fantástica adega com mais de 28 mil opções, onde a jóia da coroa é uma seleta coleção de 7.800 vinhos de 1.600 diferentes qualidades, cuidadosamente selecionados por Gomez e Virginia Philip, Master Sommelier do hotel. A adega do The Breakers recebe todos os anos a maior comenda da revista especializada em enologia Wine Spectator, o Grand Award, desde que o prêmio foi instituído em 1981. A coleção possui 65 opções de diferentes varietais vindos de 17 países, e inclui as exclusivíssimas garrafas do Domaine de la Romanée-Conti.

Vale destacar também o tradicional brunch do The Breakers, servido aos domingos no espetacular The Circle que, como o próprio nome diz, é um salão circular de teto abobadado, decorado com magníficas pinturas feitas a mão, e de quebra com uma vista espetacular para o oceano. Tanto o The Circle para o brunch de domingo como o The Flagler Steakhouse são abertos ao público, e não é necessário ser hóspede do hotel para experimentar suas delícias. Mas vale fazer reserva. Ambos são concorridíssimos.

Beach club o resort à beira-mar

O The Breakers não é somente história e tradição. O complexo inclui um completo resort à beira-mar, o The Breakers Beach Club, onde o hóspede pode usufruir de uma das cinco piscinas do clube, ou curtir o dia numa praia hiper exclusiva, com todas as mordomias de um resort tropical de altíssimo nível. Amplos bangalôs, com vários tipos de opções de conforto, como geladeira, ducha, banheiro privativo, Internet e TV podem ser alugados durante o dia, para maior privacidade. Um funcionário fica à disposição do hóspede, que tem a opção de pedir as refeições para serem servidas em seu próprio bangalô, alugado para o dia todo por valores que variam de $250 a $1500, dependendo da época do ano, sem direito a pernoite. Foi na área dos bangalôs que nossa reportagem encontrou o brasileiro Gustavo Soares, gerente de atividades recreativas do clube. Soares nos contou que é cada vez maior o número de turistas brasileiros no hotel, e que ele pessoalmente gosta de cuidar de um em especial: o apresentador de televisão Fausto Silva (Faustão), que quando está na Flórida não dispensa uma escapada para relaxar no The Breakers. O clube oferece ainda uma série de atividades, como passeios de caiaque, aulas de mergulho, de tênis e jogos de praia. Para aqueles que desejam um espaço cativo e permanente no clube, independente da hospedagem no hotel, é possível se tornar sócio do The Breakers Beach Club, pagando uma anuidade de 140 mil dólares.

Spa

Para completar a sensação de estar hospedado num oásis de prazeres, o The Breakers oferece um spa completo aos hóspedes, com todos os recursos de relaxamento, tratamentos rejuvenescedores e de beleza mais sofisticados e modernos. O The Spa at The Breakers recebeu quatro estrelas do Guia Forbes de Viagens de 2011, e é reconhecido como um dos melhores dos Estados Unidos. Suas instalações ocupam um espaço de 20 mil pés quadrados, onde são oferecidos 17 tipos de tratamentos diferentes. Massagens podem ser marcadas para serem feitas em um ambiente ao ar livre, de frente para o mar, nas instalações do Santuário Oceânico do spa. O spa foi o primeiro em todo o mundo a oferecer o tratamento exclusivo de pele da renomada esteticista Tammy Fender, pioneira no desenvolvimento de produtos orgânicos em programas de rejuvenescimento. Para completar, o The Spa at The Breakers foi o primeiro no mundo a usar fora da França os excelentes produtos de tratamento de beleza para a pele da grife Guerlain.

Golfe para profissionais e amadores

Dois campos de golfe contribuem para a fama do The Breakers como destino incomparável para todos os lazeres. O histórico Ocean Course e seu clubhouse foram projetados no “bom e velho estilo floridiano” de arquitetura. Sua contrapartida mais contemporânea é o The Breakers Rees Jones Course, localizado a 11 milhas da sede do hotel. O campo passou por uma remodelação em 2004, ao custo de $6 milhões, de acordo com as recomendações do renomado instrutor Ree Jones, legenda do golfe que empresta o nome ao campo. Juntos, esses dois campos acrescentam ao The Breakers mais uma qualidade a de ser um excelente destino para os golfistas, amadores e profissionais. Como explica o diretor para golfe do hotel, Tim Collins, o The Breakers atrai tanto o profissional preocupado com o melhor campo possível para o seu jogo, quanto o amador que busca somente o prazer de um jogo entre amigos para relaxar nas férias.

The Flagler Club

Ainda que o The Breakers pareça ter alcançado um nível de sofisticação e conforto difíceis de se comparar, o hotel ainda guarda mais uma supresa escondida. Guiados pelo assistente de gerência Daniel de Moura (outro brasileiro que trabalha no hotel, descoberto pela nossa reportagem), fomos apresentados ao The Flagler Club, um recanto ainda mais exclusivo, restrito apenas para hóspedes muito especiais do The Breakers. São apenas vinte e sete suítes, luxuosamente decoradas, localizadas no sexto e no sétimos andares do resort à beira-mar, acessadas somente através de um elevador exclusivo. No Flagler Club, o hóspede usufrui do atendimento personalizado de um concierge particular, e tem acesso a um privativo e deslumbrante terraço panorâmico, com vista para a ilha de Palm Beach. “O Flagler Club”, explicou Moura, é como um hotel dentro do hotel. Recebemos esses hóspedes especiais pessoalmente, e cuidamos para que tudo esteja de acordo com suas preferências. Temos hóspedes que vêm aqui todos os anos, e eles são como se fossem da nossa família. Sabemos quais são seus gostos e preferências, e providenciamos tudo de acordo”, diz Moura.

Por tudo isso, o The Breakers merece a fama de legendário entre os hotéis americanos. Listado no Registro Nacional de Locais Históricos dos Estados Unidos, o tradicional hotel recebe seus hóspedes com a personalidade e a identidade de uma grande e nobre residência. Ao mesmo tempo, é energizado por uma administração moderna, preocupada em encontrar a medida certa na dosagem entre modernidade e tradição. Avaliado como um destino categoria AAA e Cinco Diamantes, o resort reinveste cerca de $20 milhões por ano do seu lucro para garantir o compromisso com a manutenção da qualidade do serviço e a preservação do meio ambiente em Palm Beach, uma preocupação crescente, diretamente relacionada com o enfoque de modernidade abraçado pela sua direção.



SERVIÇO

The Flagler Steakhouse:
Reservas: 561-659-8488
Almoço: de 11:30AM às 3:00PM
Clubhouse Menu: de 3:00PM às 6:00PM
Jantar: 6:00PM – 9:00PM
Preço: pratos de $48 a $59 por pessoa

The Circle Sunday Brunch:
Domingos, de 11AM às 2PM
Reservas: 1-888-273-2537
Preço: $90 por pessoa

The Breakers:
One South Couty Road
Palm Beach, FL 33480
PH: 561-283-1047
www.thebreakers.com